Ask Me, Comportamento, Bem Estar, Videos

Polêmica! Vida perfeita e aparência nas redes sociais

Como  o próprio título diz, a vídeo de hoje é polêmico! Com a febre das redes sociais e das blogueiras e youtubers que dividem suas vidas com milhares de pessoas, muita gente tem questionado até que ponto esse comportamento é saudável – será que acompanhar o dia-a-dia de pessoas aparentemente “perfeitas” está nos deixando mais tristes e descontentes com nossas próprias vidas? Minha opinião tá no vídeo:

E aí, o que acharam? Quero muito saber a opinião de vocês sobre esse assunto! Ah, e não se esqueçam de se inscrever no meu canal 🙂

Beijos,

Luisa

16 jul 2015
Comente
Compartilhe

Comentários

    gil disse:

    oi luu, quero tanto assistir esse video, mas so dou play a noite porque estou no trabalho, ainda dou uma fugidinha para comentar aqui no blog q eu amo s2 mas ligar o audio e demais kk antes de saber o q vc falou luu, eu so queria dizer q eu nao te julgo por vc ter ‘a vida perfeita’, Graças à Deus e aos esforços dos seus pais vc vive bem s2 e sua profissao como blogueira, seu dom, o q vc faz de melhor tambem esta te dando independencia, parabens amor, torço sempre por sua realizaçao <3 mas quando vejo vc falando q enjuou dos lugares mais badalados, è porque vc tem a oportunidade de sempre que desejar estar em um lugar vc pode ir e pode usufruir do melhor, infelismente tem pessoas como eu q nao podem nem sair do proprio estado, mas a sua vida nao me incomoda, so te desejo mais e mais bençaos <3
    luu, me visite tambem:
    http://www.gilvaniaevans.com

    Monique Martins disse:

    Lu Linda, que vídeo sábio.. com toda certeza nunca somos altos suficientes para nos mesmo, mais temos que ter a conciencia que tudo é questão do seu interior também. não adianta voce ser uma pessoa linda por fora, e podre por dentro, mostrar uma vida perfeita nas redes socías e na vida real ser uma infeliz, isso é viver de aparencia e viver para os outros. eu concordo em tudo que vc disse que vamos deixar sempre o nosso melhor nas redes socias mais tem pessoas que acham que rede social é vida e vive baseado nas ilusões delas.. te acompanho sempre e te admiro muito.. um super beeijo sucesso linda <3

    Bruna disse:

    Lu, entro todos os dias no seu blog, pois adoro blogs de moda, e o seu é um dos meus preferidos. Confesso que antes não era assim, mas a cada dia que passa, estou vendo que estás se tornando uma mulher mais madura, e sua simplicidade é o que de fato faz eu entrar todos os dias para ver o que postas, os seus vídeos… Enfim, concordo com tudo o que vc falou, não tenho sua condição financeira, não viajo tanto quanto vc, e quer saber???? Sou tão feliz, por eu sou eu, vivo minha vida, amo minha família e adoro “conviver” um pouquinho com você através dos seus vídeos, parece que a gente consegue conhecer os lugares juntamente com você. Você é uma menina linda, muito carismática, te acho muito meiga, de uma simplicidade rara… Continue assim, críticas sempre vão ter, e você só irá crescer mais ainda com elas… Beijinhos Lú…. Te adoro

    Heidy disse:

    Oiii Lu, adoooorei o vídeo e concordo plenamente com tudo que você disse e acho que algumas pessoas estavam precisando ouvir um pouco disso. Assisto seus vídeos para descontrair e adoro é muito legal quando a gente assiste uma pessoa de bem com a vida, feliz, bonita isso me motiva e acabo descontraindo com tudo, amoooo os vlogs de viagens, vejo isso como tendo a oportunidade de conhecer um pouquinho do lugar e os lugares que já fui aproveito pra pegar dicas de restaurantes e outros.
    Acho que as pessoas precisam entender que esse é seu trabalho, você trabalha com tudo isso, moda, viagens, atualidades, beleza e etc…

    Ah…. e não fique mal com esse tipo de comentário as vezes as pessoas estão passando por algum momento difícil de espírito e acaba fazendo esses comentários desnecessários, continue assim que tenho certeza que tem muita gente que ama seus vídeos, se inspiram e se sentem bem assistindo.
    Um grande beijooo

    Juliana disse:

    Assiste o documentario I AM da netflix! Fala muito sobre isso que você discutiu no vídeo!
    Beijos

    Bom dia!
    Já conhece o nosso site?
    Lá você encontra lindas t-shirts, moletons e almofadas estampadas com preços incríveis!
    Confira!
    http://www.bemditacamiseteria.com.br

    aline disse:

    Já ta loira Lu…..

    Talita Viana disse:

    Lu, já escrevi aqui que foi seu blog que me fez viciar em blogs e isso não foi à toa, você é muito real! E apesar da sua profissão ser essa de expor sua imagem, você não perdeu a essência dá Luiza lá do comecinho (sim, eu já li todo seu blog! rs)
    Adorei o tema que é realmente polêmico, mas infelizmente é realidade! Muito legal da sua parte discutir isso aqui.
    Na internet todo mundo é feliz e de verdade, eu acho que têm que ser assim mesmo, que graça tem compartilhar tristezas? A vida já é tão difícil e complicada, imagina nos poucos minutos que você tem para relaxar você acessa um blog/ instagram e encontra apenas coisas tristes, em nada iria ajudar!
    Eu fico tão feliz quando eu descubro pelos blogs uma coisa que eu não sabia da existência e se não fosse a internet provavelmente eu nunca saberia.
    Um exemplo bem próximo foi a sua viagem ao Butão, eu fiquei tão feliz em poder conhecer um pouco desse lugar que eu nem sabia da existência e que talvez eu nunca tenha chance de está lá, mas que bom que existe pessoas como você para compartilhar toda essa experiência.
    Que a sua vida seja repleta cada vez mais de coisas boas e viagens exóticas para você dividir tudo com a gente!

    Bjos!

    Talita Viana
    http://www.talitaviana.com

    Caroline Oliveira disse:

    Lu, parabéns pelo vídeo. E parabéns pela sua espontaneidade, seu trabalho é sincero e muito bem feito. Sério mesmo, você tem um dos melhores conteúdos de blog e seus vídeos estão cada vez melhores. Continue sempre assim. Você vai longe :*

    Caroline Oliveira disse:

    Lu, parabéns pelo vídeo. E parabéns pela sua espontaneidade, seu trabalho é sincero e muito bem feito. Sério mesmo, você tem um dos melhores conteúdos de blog e seus vídeos estão cada vez melhores. Continue sempre assim. Você vai longe :*

    Bárbara Bristot disse:

    Oi Lu! Te acompanho a bastante tempo, te acho incrível, mas por preguiça nunca havia comentado em nada, haha, mas hoje me senti na obrigação de comentar. A uns dias tu postou um vídeo, e depois de assistir fui ler os comentários, e tinha um comentário do estilo desses que te deixam chateada, gente achando que a tua vida é perfeita, dai comecei a pensar, a anos eu sigo vários blogs, acompanho varias blogueiras, no inicio eu me sentia meio estranha por ver todas aquelas fotos, aqueles vlogs, dava uma pontinha de inveja e parecia que minha vida não era legal se comparada a de uma blogueira, mas vi que pensar daquele jeito não ia me fazer ficar rica e ter uma vida boa, então mudei de pensamento, e hoje agradeço a vocês blogueiras, e principalmente a você, porque vivo numa realidade bem diferente da tua, mas cada lugar que tu visita, eu acabo visitando tbm, através dos vlogs e posts, e isso me deixa feliz, pq se não fosse tu, eu não conheceria o Butão, haha! Obrigada por me deixar conhecer outros lugares com vc! Beijos de uma catarinense que te admira mto :*

    Mari disse:

    Que legal abordar esse tipo de assunto, Lu! Acho bem importante esse tipo de reflexão individual, porque já percebi pessoas bem griladas com isso. O primeiro passo certamente é valorizar tudo que temos/somos/vivemos, as pessoas as quais nos permitem ser mais completas e felizes e ir atrás dos nossos sonhos. Acompanho sempre seu blog e, mesmo sendo claro a discrepância entre sua realidade e a realidade da maioria das pessoas, não acho de forma alguma que seja ofensivo ou menos enriquecedor o conteúdo que você cria para os leitores.. eu mesma vi agora o post dos lugares escondidos e poxa nas minhas condições atuais de mera acadêmica não farei uma dessas viajens tão cedo. Nem por isso deixei de achar super legal! Existem tantas coisas ao alcance de todos nós, como o conhecimento, a construção de laços, o sentimento simples e primitivo de buscar felicidade.. enfim.. penso que devemos só manter um filtro de bom senso apurado e aprender valorizar nossa própria vida. Um grande beijo Lu! Parabéns pelos vídeos/ blog, sou fã e curto muito! Desejo sucesso a você!

    Gii disse:

    Lu, concordo com tudo que disse no vídeo, estava até precisando pensar um pouco mais nesse tipo de situação, porque as vezes mesmo não querendo temos esse tipo de inclinação. Queria te dizer que acho os seus vídeos muito mais incríveis do que as grandes blogueiras do Brasil, é notável seu esforço para manter a qualidade dos vídeos, em especial o da rotina noturna que estava impecável.
    Continue produzindo vários vídeos porque acredito que futuramente o youtube vem ai para substituir os blogs! E os seus farão muito sucesso!
    Parabéns, e não ligue para comentários desnecessários de gente mal amada-invejosa.
    Beijo =*

    Amanda Castro disse:

    Oi Lu
    Que assunto pertinente aos nossos dias e parabéns por abordar o tema.
    Acho que foi seu melhor vídeo até hj e concordo com tudo que vc disse. Acredito que vá ajudar muitas meninas a refletir sobre o que importa na vida e colocar a cabeça no lugar.
    Infelizmente as pessoas acabam querendo viver a vida dos outros e esquecem de viver a própria.
    Bom é isso, parabéns pelo blog e por mostrar que vc não é só um rostinho bonito, vc tem conteúdo.
    Bjus

    Iara Sozzali disse:

    Olá Luisa,
    Gostaria de te dizer algumas coisas em relação ao tema desse vídeo.
    Eu super concordo com o seu ponto de vista – e também acho que ninguém é perfeito!
    Todos os dias eu dou uma passadinha no seu, blog, e tento me alimentar de tudo aquilo que faz bem, seja um produto novo que vc já testou e aprovou – seja um look bacana, mesmo que o valor dele fique fora do meu orçamento, mas, para mim, tudo é uma questão de adaptação, não é mesmo?!
    Já sofri muito e ainda sofro não com, questão financeira, e sim com questão familiar. Sou muito carente de carinho dos meus pais, Sabe?! Morei com eles até os meus 16, no estado do Mato Grosso do Sul, depois vim para São Paulo para fazer faculdade e hoje estou com 22. Eu nunca recebi um abraço, um beijo, nem mesmo um, Feliz aniversário, do meu pai, e isso me dói muito! Trocaria qualquer look perfeito ou bolsa cara para suprir essa necessidade. O resultado disso foi: Tranquei a facul no 5° semestre, e desde então, venho tentando me descobrir e fazer algo que eu realmente gosto.
    O sonhos de crepom me ajuda muito – desejo de coração que vc se realize, a cada dia, e que tudo dê certo.
    Espero que vc entenda meu desabafo.

    Marina disse:

    Oi, Lu! Adorei o seu vídeo sincerão. Tem gente que realmente, ainda tem dificuldade de entender que tudo isso é o seu trabalho e você não perderia o seu tempo postando coisas só para fazer alguém se sentir mal. Acho legal você ter essa preocupação, mas acredito que isso um dia vai diminuir muito. Ser blogueira e youtuber é novidade não só para quem é como para quem assiste. Go ahead, continua com os vídeos de comprinhas, viagens e tudo, porque quem te segue é porque gosta muito de você E do seu trabalho. Parabéns, você é minha blogueira predileta, isso que assisto várias/milhares. Puxação de saco a parte, todas temos nossas prediletas.
    Um beijo.

    Carol Fernandes disse:

    Lu, você tem razão.. As pessoas fazem tanto pelos outros, pela vida dos outros, para o outro ver, que acabam esquecendo da sua própria felicidade. Você é uma linda, adoro suas posturas nesses assuntos polêmicos. Um beijão :*

    Mariana disse:

    Lu, vc é mto fofa! Concordo com tudo que vc falou…
    Amo seus vídeos e seu blog, principalmente as resenhas dos livros! Por que vc tb não faz video com seus livros preferidos? Filmes também seria legal =)
    Beijos =**

    Renata disse:

    Oi Lu! Você tem razão sobre as coisas que falou, mas infelizmente é assim na vida,por exemplo, eu venho de uma família simples, mas lutei muito pra me formar em moda e hoje sou modelista de uma empresa e sempre ouço piadinhas das colegas insinuando que ganho bem, que tive sorte, quando viajo falam que vivo na mordomia e tal. O problema é que nas redes sociais as pessoas sempre acabam falando tudo que pensam com mais facilidade, mas as pessoas que alimentam inveja e negatividade estão sempre presente, mas a internet infelizmente deu muito espaço a elas.

    Milena disse:

    Lu, você pode falar um pouco mais do seu problema com autoestima e como fez pra superar?
    Tô passando por um momento não muito bom, com a autoestima super baixa e gostaria muito de conselhos.

    Te admiro demais! Um bjo, adorei o vídeo e sua sinceridade!!

    Gabriela disse:

    Lu, eu não cheguei a ler completamente os outros comentários, então espero não ser redundante. Eu amei esse vídeo, o bom desse estilo é que realmente parece que é uma amiga minha no meu quarto me dando conselho. Te achei mais maravilhosa ainda depois desse vídeo, não que eu não esperasse isso de você, mas achei lindo você se preocupar em falar isso com nós, suas seguidoras. Eu não to numa fase muito boa da vida, e te adicionei no snap a pouco tempo e a sua energia, mesmo de tão longe, me faz tão bem, me acalma tanto, e essas suas palavras de que se aceitar muda tudo me deixaram pensando e espero que daqui pra frente eu consiga mudar, pra ficar tudo bem comigo e com a minha vida. Você não tem noção do quanto isso foi importante, acredito que não só pra mim. Obrigada e parabéns por ser essa pessoa maravilhosa!

    Oi lu,meu nome é Larissa,tenho 12 anos,e moro em Porto Alegre.
    gostei muito desse vídeo me fez pensar em uma forma diferente.
    Eu tenho muito problema com a minha auto-estima,eu me vejo no espelho e penso,nossa olha o meu rosto eu tenho um Monte de espinha,sou gorda,tenho o dente quebrado,enfim Eu me olho no espelho todos os dias assim.
    Tem pessoas que falam nossa você é muito bonita você é Rica você mora no apartamento bacana,você tem um celular legal,só que às pessoas acham que a minha vida é perfeita só que não é,porque eu posso ter tudo o quero,mais eu me vejo no espelho e penso
    eu sou uma menina feia,porque eu posso ter tudo o quero fazer o que eu quizer,mais a minha auto-estima sempre vai ser baixa.
    Tem pessoas que falam que eu só bonita só que eu me olho no espelho e não vejo essa beleza,aí eu penso meu Deus essa Pessoa só pode tá mentindo,porque eu não sou bonita.
    E tem gente que é bem sincera e fala nossa você é muito feia,você nunca vai namorar ninguém.
    E isso me deixa muito triste,aí eu chego e falo isso pra algumas pessoas e as pessoas falam que eu tô me fingindo de coitadinha.
    Eu só queria ser uma menina mais bonita,e parar de sofrer bulling no escola.
    Nesse comentário eu estou me abrindo com você,eu vejo você como uma amiga.
    Espero que você me responda.
    Beijoss você é linda

    Angelica disse:

    Boa tarde…sou Angelica i moro fora do Brasil…sempre te escrevo no instagram i fico muito feliz em poder ver o seus videos i tbm de outras blogueras…Apesar de ter um nivel de vida fora do padrão de muitas pessoas,tem dicas i ideias legais …Ainda mais quando uma ja é mãe e as vezes o cansaço nao te deixa tempo pra se arrumar i a preguiça…Aí voce ve no instagram pessoas como voce que da animos com os seus looks i a maneira carinhosa de falar com as pessoas…e problema resolvido!Aí esta a essència das pessoas e que te faz especial no nosso dia a dia…sois muito valentes el expor coisas da sua pròpia vida para ajudar os demais…Continue assim e me encanta esse lado meigo i energias positivas que nos anima cada dia!

    Aline disse:

    Lu, sabe por que você cresce tanto a cada dia? Profissionalmente, com o seu sucesso e também pessoalmente? Porque você é de verdade, você é uma blogueira com mtas roupas, bolsas, sapatos, viagens, mas você é humilde, simpática, eu realmente concordo plenamento em gênero, número e grau com tudo o que você disse. Eu sinto a mesma coisa, que tive muita sorte na vida, coisa que meus pais não tiveram na infância deles e hoje podem me proporcionar. Mas eu não tenho tudo o que quero, tudo o que sonho, mas pra isso eu corro atrás, eu estudo, faço estágio ganhando pouco, trabalho com o meu pai, faço cursos, estudo de madrugada e aos finais de semana, economizo nas comprinhas pra poder viajar. Eu acho que a internet é um lugar pra mostrar coisas boas mesmo, pra se inspirar, pra criar uma “ambição” no sentido bom, pra que a gente queira sempre ter mais (lógico), mas sem invejar os outros, sentir ciúmes ou desejar o mal. Eu realmente fico envergonhada nos comentários, quando você põe o preço das peças, as pessoas escrevem cada absurdo. Genteeee, cada um com a sua realidade, se eu não posso comprar uma Hermés, tudo bem, tá cheio de fast fashion fazendo coisas bem parecidas. O pessoal tá se “vendendo” por poucas coisas, querendo só ter ter ter e esquecendo de ser, de viver, de curtir, de se inspirar na felicidade alheia, de se gostar. Eu realmente adoooooro o seu blog, ele é viciante, os seus vídeos, snap, instagram, parabéns pelo seu trabalho, dedicação, que você tenha mais sucesso a cada dia, mais inscritos no canal, acessos no blog, mais viagens, mais felicidade sempreeee!! Beijos Luli, como diz a Maria (fofa)!

    Karol Laiara disse:

    Oi flor venho aqui pra lhe dizer que adorei o vídeo , oque vc disse é realmente verdade as pressoas têm vidas totalmente diferentes e eu tenho o pensamento como o seu , quando eu vi seu vídeo no Karibe eu pensei nossa que lindo o lugar eu vou juntar as manhãs economias e também quero ir pra lá , peguei todas suas dicas pq um dia também quero conhecer, todos têm seus problemas e não se importe com os comentários negativos pois vc é linda e maravilhosa e merece tudo isso é muito mais ! Adoro você

    Paola Alves disse:

    Buscar referências e admirações é até saudável em certo ponto né? Mas acontece que as pessoas estão obssecadas com isso agora ): E é ai que entra a parte de que ficamos tristes e etc.. Complicado! http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

    Isis disse:

    Oiii Lu, nossa você disse tudo! A vida de ninguém é perfeita, a minha não é, a sua não é… Também não vou ser hipócrita e falar que nunca pensei que a vida de fulano (ou até a sua mesma) é perfeita. Mas nós temos que olhar para nós mesmos e se eu quero viajar tanto quanto você, eu vou trabalhar e poupar para fazer pelo menos uma viagem, rs, e também ficar feliz por você que esteve em um lugar tão bacana. Eu adoro quando você compartilha seu “lado rica” pq assim posso conhecer bolsas/sapatos/roupas que eu não vejo todos os dias andando na rua. E adoro mais ainda quando você mostra seu lado humano, como nesse vídeo. Eu admiro muito o seu trabalho e acho que você realmente é uma blogueira real e não uma “boneca de porcelana com a vida perfeita”.
    Beijos

    Camila disse:

    Caraca, fiquei tocada com os comentários das meninas de ver quantas meninas sofrem por se acharem feias e etc. Acho que o primeiro passo quando a gente se encontra em uma situação assim é traçar um plano pra mudar, se não a gente se afunda mais a cada dia.

    Tem problemas tão mais sérios no mundo do que não ter uma bolsa né? Uma das meninas que comentou queria apenas um abraço do pai.

    Lu eu amei seu vídeo e acho que o grande problema é que muita gente não sabe ficar feliz pelo outro! Eu não posso comprar as bolsas que você tem mas amo ver todas, amo DEMAIS!E não fico mal por não poder ter. Eu ficaria mal se não pudesse ter um abraço do meu pai, isso sim é problema né gente.

    Obvio que ter as coisas e viajar é animal e todo mundo gostaria de poder fazer isso, mas se você não pode, não da pra tornar isso o problema da sua vida né? Porque a vida é muito mais que isso.

    Tayla Fisco disse:

    Amei! Seu blog é o melhor, te amo. bjus

    Vanderleav disse:

    concordo com o que disse! Nao existe vida perfeita agora existe inveja e nao buscar a sua propria felicidade!

    Vanny disse:

    Luli,como disse sua prima rs eu sinto que vc é uma amiga, então vou te chamar assim…

    Te conheci através da Jessica Belcost e viciei nos seus vídeos… e percebi que vc tinha condições financeiras bem diferentes das minhas, pois vc mora numa big house, mostra maquiagens, sapatos e roupas de grifes internacionais super caras que eu não tenho condições de comprar. Apesar disso, eu continuei te acompanhando, pois vc é verdadeira, meiga, super astral e passa uma tranquilidade… Adorei seu vlog da viagem ao Butão e foi ai que passei a te admirar mais… Vc sabe dar valor as coisas essenciais da vida, vc não é materialista.

    Vi suas dicas de moda no @nossocanal e pensei: “puxa, como a Luisa está crescendo, está participando de outros canais, mais gente vai conhecer o trabalho, olha como ela é esforçada, dedicada, e realmente entende do assunto de moda, de como usar o vestido de vários jeitos”

    Minha faculdade nada tem a ver com maquiagem, beleza e moda, mas eu vou me dedicar assim como vc, quero fazer um bom trabalho e crescer a cada dia, ganhar a admiração do meu chefe, dos meus professores e colegas. É isso de vc que eu trago para a minha vida.

    Então, embora eu não tenha dinheiro para comprar as roupas, maquiagens que vc usa, eu vejo seu canal para me animar, para me dedicar mais ao meu trabalho e estudos e ser uma pessoa mais simpática e meiga com os outros. É dessa forma que vc me inspira!! Super beijo e fique com Deus!

    ANA CAROLINA disse:

    Lu adorei seu vídeo. Fiquei de verdade refletindo e acabo entendendo os 2 lados. Lógico que não estou falando dessas pessoas que criticam por criticar e fazem ofensas. Essas nem contam. Mas realmente você olhar os valores exorbitantes que pessoas gastam em bens materiais totalmente supérfluos agride mesmo. Eu tenho certeza que você já parou para pensar nisso também. Eu digo isso porque, assim como você, também tenho muito sorte, nunca passei dificuldades financeiras, minha família é maravilhosa (óbvio que isso não significa falta de problemas), e eu penso nisso sempre. Muitas vezes tenho vergonha de falar o preço de determinada coisa, ou de uma viagem, pois eu mesmo acho que é uma agressão ao outro. Tipo, gastei mil reais em 1 dia de compras e uma pessoa ganha isso com 1 mês de trabalho e tem que sustentar a família. Mas por outro lado eu não acho que a minha realidade, ou a sua, ou de qualquer outra pessoa deva ser uma agressão ao outro. Pois como você falou felicidade está muito além de coisas materiais…MUITO ALÉM. Você ter paz de espírito, se aceitar, se amar, se conhecer, ter fé, ter saúde, construir relacionamentos sadios, ter amizades boas, isso dinheiro nenhum, fama nenhuma, blog nenhum vai te dar. No fundo o que nos falta é gratidão. Temos tanta, mais tanta coisa, que muitas vezes nossos problemas ou a ausência do que queremos nos amargura e nos cega. Só o fato de enxergar, de andar, de ter um emprego, ter uma casa para morar é uma benção. E pra finalizar, pois este comentário está enorme, não cultive em você sentimentos ruins. Se ver determinados blogs, determinadas realidades fazem isso com você, pare de ver. E no fundo muitas vezes a gente fica tão louca querendo, querendo e querendo que quando nos damos conta nem sabemos o que queremos, por qual razão queremos…estamos correndo atrás do vento…

    Bruna disse:

    Lu, achei bem interessante seu vídeo, acho que realmente você tem potencial para ter tanto quanto as outras blogueiras milhões de inscritos, porém o que te difere delas (pelo menos as que eu vejo, com 1m de inscritos) é a simplicidade, não falo pela roupa, mas sim a sinceridade. Aqui no seu blog vejo essa simplicidade em vídeos de cultura, bem estar e viagens (como a do Butão, que amei) invista mais nisso! Beijos

    Larissa Zander disse:

    Lu é isso ai!

    ok você é de uma família rica, mas porque um dia alguém ralou muito para chegar ai! Seu pais, seus avós, alguém precisou trabalhar muito para deixar uma vida confortável para as gerações futuras, isso ninguém vê!
    As pessoas têm que entender que não é o dinheiro que traz as coisas é a força de vontade!
    Pessoas como você servem de inspiração, OK eu não posso comprar uma roupa da grife x, mas posso comprar de uma marca popular que se assemelhe a essa, o bom gosto não tem preço, tem pessoas ricas breguíssimas, e pessoas pobres mega estilosas! Os blogs servem para isso, para dar inspirações, você não pode fazer a maquiagem porque não tem aquele batom da MAC, com certeza tem um igualzinho do AVON, o efeito será o mesmo na foto!
    A lema é adaptar!
    Você se acha gorda (mas claro nunca será magra porque não tem dinheiro para pagar um personal ou uma academia), desculpa boba. Você pode correr na rua, não paga nada.
    O problema é que é muito mais fácil por a culpa da sua falta de sucesso no sucesso dos outros do que na sua própria preguiça!!

    #revolta haha

    Adoro seu blog, e seus vídeos!
    Não acompanho nenhum outro blog, não curto muito estas coisas, mas o seu eu acompanho com prazer!!

    Ana Filipa Pinto disse:

    Gosto tanto de si! Gostei muito deste vídeo e adoro a sua maneira de pensar… obrigada pela que me dá 🙂 beijinho de Portugal

    Mariana disse:

    Lu, amei amei amei seu vídeo! Às vezes eu me sinto assim e é bem difícil lidar com isso e ao mesmo tempo estar sendo bombardeada dessas informações. Vou passar a olhar mais pra mim e ser mais feliz com isso. Muito obrigada por se abrir tanto, mostrar que é gente como a gente e não só expor looks, como tornar a vida das suas leitoras melhor. Você é especial! Pode ter certeza disso!

    tati del nero disse:

    luuuu, seu blog é o unico que ainda acompanho. adorei o vídeo. vc é uma fofa, bjos!!!

    Raquel disse:

    Lu, nunca comentei aqui no seu blog, mas venho te acompanhando há muito tempo e desenvolvi um enorme carinho por você. Você é super carismática e a gente acaba se sentindo sua amiga mesmo (tipo te chamar de “Lu” sem a gente se conhecer… rs)
    Sobre esse post… na hora que comecei a assistir seu vídeo, lembrei de uma reportagem/entrevista que li esses dias, dentre inúmeros textos que tratavam desse tema – isso é super discutido atualmente! É esse daqui, do jornal Zero Hora: http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2013/02/especialistas-questionam-comportamento-de-usuarios-felizes-no-facebook-4046943.html
    Achei esse texto super pertinente, assim como seu vídeo!
    Beijos!

    Lu, achei muito bom você ter abordado esse tema, até mesmo porque eu acho que era uma coisa que já estava de incomodando à algum tempo, principalmente alguns comentários de pessoas sem noção.
    Apesar da sua vida esta longe talvez da nossa realidade financeira, não é por isso que temos que te criticar, mas de forma alguma se deixe ofender com os comentários maldosos
    Agradeça a Deus, o criador de todas as coisas, por você e sua família poder ter boas condições, claro que todos nós temos problemas, afinal, nesse mundo temos aflições, mas quantos não são os bons momentos?
    Felicidades Lu!

    Day disse:

    Achei mto bacana o tema! É polêmico mesmo, e vou ser bem sincera…eu acompanho as redes como todas as milhares de pessoas todo santo dia, e pra mim é uma forma de escapismo, de sair do meu meio comum…de viajar junto, afinal que não gosta de ver coisas lindas e diferentes…e isso existe mto antes da internet, já existia com as revistas e com a tv!
    As vezes vejo tanta coisa bacana, e tô num dia bad, e acabo me sentindo um cocô…e acho de fato que minha podia ser menos pior, mas isso é naquele dia de tpm…e o problema é em mim e não na pessoa que posta!
    E super apoio todo seu trabalho, acho que temos que ver outras vidas, através de outros olhares pra sair desse meio comum, e enxergar que existe um mundão lá fora e mtas outras possibilidades!

    Kátia disse:

    Oi Lu!! Amei o vídeo que você fez, você abordou um tema muito interessante! Preciso dizer que adoro o seu blog, porque sempre vejo algo interessante, seja referente a moda, viagens, beleza, e tantas outras coisas, mas principalmente porque você tem uma visão muito boa das coisas. Compartilhe sempre com a gente a sua opinião, elas são muito válidas. Beijoss!!

    Jéssica disse:

    Oi Lu, sempre entro no seu blog e nunca comento, mas hoje senti essa necessidade. Eu não sigo muitos blogs de moda e acho muito legal como você faz isso de uma forma nada “fútil”, você aborda temas legais e ta sempre se preocupando em ajudar as pessoas de alguma forma e não apenas em se promover e lucrar. Hoje em dia com tanta rede social é muito difícil a gente não se comprar mesmo e o pior é que a gente se compara com o que a gente acha, pois ninguém sabe tudo da vida do outro. Muito legal da sua parte abordar esse tema!! Felicidade é algo muito pessoal e peculiar, talvez outra pessoa com exatamente a mesma vida que você seria infeliz… Por isso a gente tem que se preocupar em descobrir o que faz a gente feliz e não em ter as coisas que fazem as outras pessoas felizes. Adoro seu blog!! Parabéns!! ps: Não acredito que você teve problemas de auto estima, você é muito linda!! hahaha

    Jéssica disse:

    Oi Lu, sempre entro no seu blog e nunca comento, mas hoje senti essa necessidade. Eu não sigo muitos blogs de moda e acho muito legal como você faz isso de uma forma nada fútil, você aborda temas legais e ta sempre se preocupando em ajudar as pessoas de alguma forma e não apenas em se promover e lucrar. Hoje em dia com tanta rede social é muito difícil a gente não se comprar mesmo e o pior é que a gente se compara com o que a gente acha, pois ninguém sabe tudo da vida do outro. Muito legal da sua parte abordar esse tema!! Felicidade é algo muito pessoal e peculiar, talvez outra pessoa com exatamente a mesma vida que você seria infeliz… Por isso a gente tem que se preocupar em descobrir o que faz a gente feliz e não em ter as coisas que fazem as outras pessoas felizes. Adoro seu blog!! Parabéns!! ps: Não acredito que você teve problemas de auto estima, você é muito linda!! hahaha

    Show Lu. Mandou suuuuuper bem. Temos que olhar para nós mesmos e conquistar as nossas coisas. O que realmente precisamos e não porque o outro tem. Temos é que ficar feliz porque o outro conseguiu. Não tem necessidade de querer ser exatamente igual ao outro. Seja você mesmo. Transforme-se no SEU melhor <3

    Camila Babo disse:

    Lu,
    Amei o vídeo! Você é muito fofa. Tive um enorme privilégio em te conhecer!
    Sucesso sempre!
    Bjim

    marina disse:

    Oi Lu, isso ai, cada vez te admiro mais. Adoro seu blog,me sinto sua amiga, rsrs… Beijos e sucesso para vc.

    Locilene disse:

    O problema é que as pessoas querem te ver feliz, mas nunca mais feliz que elas. Eu percebo isso com meus amigos e colegas. Infelizmente o mundo é assim!!!

    Bianca disse:

    Há muito que falar sobre isso… Acho que as pessoas que comentam “nossa Luisa, essas compras são totalmente fora da nossa realidade” não têm mais o que falar. Te acompanho desde 2011 e nunca me interessei quando começou a fazer vídeos de compras (apesar de ter assistido alguns) porque 1 – não me considero consumista, 2 – não é o tipo de vídeo que gosto e 3 – mesmo se eu gostasse desse tipo de vídeo, nada do que você indica (e que por ventura viesse a despertar meu interesse) estaria dentro do meu orçamento. No entanto eu, enquanto leitora, não vejo o menor sentido de te cobrar pra mostrar coisas acessíveis. Por que as pessoas acham que você deve abrir mão de usar uma base da Givenchy pra usar uma da Avon só porque é o que elas podem pagar? Por que você deveria parar de usar Gucci e começar a usar Marisa? Eu não entendo esse tipo de cobrança, nunca entendi e sempre percebi que algumas pessoas tendem a seguir as outras não exatamente pra se inspirar, mas pra poder desejar o que elas não têm. Pra poder admirar, sonhar que um dia vai poder ter aquelas coisas e aquela vida de celebridade ou até, em casos extremos, pra poder criticar o que o outro tem e ela não. Pessoas são difíceis de entender e se contradizem o tempo inteiro.
    Mas sabe Lu, eu sempre gostei do seu jeito espontâneo, sincero e de não querer ser maior que os outros, pelo menos é o que parece e por isso você é uma das poucas blogueiras que eu ainda sigo (junto com a Bia Perotti e a Vic Ceridono, que também acho super espontâneas e pés no chão). As outras fui parando de seguir aos poucos porque comecei a sentir que rolava uma disputa entre o mundo das blogueiras de quem era a melhor, quem fazia a viagem mais top, quem ia na melhor festa, quem fazia a melhor campanha ou estrelava o melhor comercial/clipe ou quem tinha contato com ator/atriz global mais famoso… E eu fui ficando com preguiça porque não gosto de exibicionismo, acho a energia péssima e não mantenho por perto aquilo que acho que não acrescenta. Assim deixei de seguir várias pessoas. Mas aí tem um ponto: instagram, youtube é pra quem está disposto a aparecer mesmo, mas o problema começa quando algumas pessoas parecem que se transformam, deixam a humildade de lado e ficam querendo se sobrepor aos outros. Quem tá de fora não é burro, Lu.
    Agora quando você fala da maneira que o problema é o olhar da pessoa eu concordo e discordo. Porque o problema são as pessoas e a própria consciência delas, não só o olhar de um sobre o outro. Por exemplo, se eu posto foto de uma joia que ganhei seria exibicionismo da minha parte porque EU, Bianca, não costumo postar essas coisas. É claro que existem diferenças né, se é um presente de alguém especial, enfim, pode ter um valor simbólico, mas quando você diz que o problema é somente no olhar das pessoas eu não acho… Acho que o problema tá justamente quando você diz que cada um quer ser mais feliz que o outro. Mas isso não se limita a quem vê foto dos outros, é tipo um ciclo, entende? Quem posta a foto às vezes não é verdadeiro e sincero consigo mesmo quando publica alguma coisa também. Vou dar um exemplo pessoal que acho melhor. Tenho uma amiga que não é feliz com o namoro, mas devido vários problemas (medo da família, o fato de que as irmãs mais velhas casaram com o primeiro namorado e a pressão em cima disso, o fato de que ela nunca saiu da casa dos pais) ela insiste nesse namoro. Ela reclama, chora, quer terminar, mas ela se força o tempo inteiro pra parecer que é tudo perfeito para os outros. Vive postando fotos e declarações no instagram. Eu me sinto mal por ela porque embora a gente não saiba exatamente o que passa na cabeça de cada um, eu realmente gostaria que ela tivesse coragem de tomar uma decisão que fizesse ela feliz, ao invés de tentar se fazer de feliz pra uma plateia. Então as vezes o problema é além do olhar do espectador. É claro que, realmente, não tem motivos pra você agourar uma pessoa que postou uma foto legal, num lugar super bacana, mas o ponto é que algumas vezes essas pessoas que postam fotos nem sempre postam porque elas sentem aquilo, mas porque elas esperam que os outros reafirmem qualquer coisa pra elas. Bom, acho que me embolei demais e não sei se ficou claro o que quero dizer.
    Agora Lu, tem mais coisa… Cada ser humano tem sonhos, medos, expectativas, sentimentos… Não dá pra querer que os outros pensem como a gente. Por exemplo, você diz “ah, mas será que você com a sua uma bolsa não é feliz mesmo? Você precisa disso, trabalha com isso?” bom, com certeza antes de você trabalhar com moda já tinha inúmeras coisas de grife, inclusive isso ajuda muito a se destacar no meio. Acho bobo as pessoas medirem felicidade por bens materiais, mas acho pior a gente querendo medir a felicidade dos outros… Ué, não é porque eu não preciso de objetos pra ser feliz que quer dizer que todo mundo é assim. Quando você fala de viagens eu penso nesse texto: http://thefinancialdiet.com/why-dont-worry-about-money-just-travel-is-the-worst-advice-of-all-time/
    Eu não gosto da colocação “ah é só pensar que tem alguém pior e melhor que você” tipo assim, isso é opinião pessoal mesmo, mas eu acho tão triste ir por esse lado porque será mesmo que a gente precisa achar uma pessoa “pior” pra que a gente se sinta melhor? Eu não gosto da ideia de gente pensando “ah, esse fulano não anda, eu sou muito abençoada porque posso andar” quer dizer, o que faz a gente julgar que a situação de outro é pior que a nossa? Por quê? E outra, por que isso serve de conforto pra gente? Não acho justo e nem certo utilizar de alguma desgraça ou qualquer coisa ruim que acontece na vida de outra pessoa pra me sentir bem. Sei que existem pessoas com menos condições, menos mobilidade, menos várias coisas. Mas isso não me faz pensar que elas estão piores que eu. Na minha concepção não existe essa de melhor ou pior, somos todos iguais, com sentimentos, sonhos, medos, como falei antes. Às vezes o que a gente acha que é “estar na pior” pra determinada pessoa pode não ser. Então o que me dá o direito de usar de alguém pra me sentir melhor que a pessoa? Esquisito.
    No mais, gostei muito do vídeo, sempre gosto da sua maneira pessoal e desse jeito que parece que você é você e não uma personagem. Acho que hoje em dia conta muito essa coisa da sinceridade, no sentido de não se forçar a ser uma coisa que você não é, sabe? Eu atualmente acompanho muito mais gente de fora do Brasil porque vejo que existe uma “cultura de ostentação” que as pessoas gostam muito aqui e valorizam super. “Quanto mais você tem, melhor você é”. É assim que muitos pensam e tem público pra tudo.
    Enfim, acho que falei demais e nem se vai ler. De qualquer modo gostaria que meu comentário não fosse aceito hehe. Um grande beijo, Lu

    Mih disse:

    Gostei, Bianca. E concordo contigo em partes.

Deixe uma resposta para Karol Laiara Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *