Viagens, Lifestyle

Dicas de Restaurantes em Praga

Ainda estou em Portugal, mas há alguns dias atrás começava uma viagem incrível que fiz com a minha mãe e a minha irmã! Nosso primeiro destino foi Praga, capital da República Tcheca, que fica no leste europeu. A cidade já está na minha lista de lugares para voltar: Praga é linda (parece de brinquedo), super bem cuidada, com pessoas educadas, preços justos (é mais barata se comparada com outras capitais da Europa), arquitetura de cair o queixo, história muito interessante e culinária maravilhosa! Tenho várias dicas para compartilhar com vocês e vou começar pelos restaurantes:

Lokal

Na época em que a República Tcheca (na época, Tchecoslováquia) era um país comunista, todos os restaurantes eram iguais e deveriam servir a mesma comida. O Lokal, bem conhecido na capital (tem 3 pela cidade, se não me engano) imita os restaurantes dessa era, tanto na decoração quanto no cardápio! O menú é lotado de pratos típicos tchecos – desde a sopa de repolho (sei que parece ruim, mas é incrível!), o schnitzel (carne de porco frita na manteiga), queijo empanado com molho tártaro e, claro, a cerveja! A cerveja do Lokal é famosa e produzida de forma super artesanal.

Next Door by Imperial

Um dos meus restaurantes preferidos da viagem, o Next Door by Imperial, do chef tcheco Zdenek Pohlreich (ele é tipo uma celebridade por lá!) é descrito como um “moderno bistrô tcheco” e serve clássicos da culinária local. Eu pedi um braised beef (carne cozinhada lentamente) com molho de cranberry – maravilhoso – mas o destaque é o pato servido com dumpling de batatas, que minha mãe e minha irmã pediram! O chef também tem outro restaurante que vale a visita, o Café Imperial, que fica do outro lado da rua – o ambiente dos dois lugares é incrível, são prédios super antigos! Preço médio: cerca de

Eska

Nós amamos tanto esse lugar que fomos no Food Tour (vou fazer outro post contando tudo pra vocês!) que fomos jantar lá outro dia! O Eska fica em um bairro considerado hipster de Praga, um pouco afastado do centro e tem um estilo industrial, bem moderno e clean. A filosofia do restaurante é combinar o antigo com o novo: utilizar os ingredientes clássicos da culinária tcheca, com seus velhos métodos, e apresentar tudo isso de forma moderna. Vamos para os destaques: a entrada de pimentão recheado e, para os pratos principais, um tipo de “risoto” com grão fermentado de trigo e cogumelos e a batata assada no carvão. O menú muda sempre, de acordo com a disponibilidade dos ingredientes!

Cottocrudo

Nossa guia do food tour nos explicou que, depois da era do comunismo, a população queria comer tudo menos comida tcheca – o que explica os vários restaurantes italianos da cidade. O Cottocrudo, que fica no hotel Four Seasons Prague (que nós nos hospedamos) tem um ambiente incrível e oferece um cardápio tradicionalmente italiano com um toque moderno. Amei as entradas “crudas” (cruas) – pedimos um carpaccio de peixe que estava divino – e, de prato principal, o filet com fois gras (eles comem muito por lá), ravioli e alcachofra… me deu fome!

Café Savoy

O Café Savoy é um restaurante e padaria, ou seja, dá para almoçar, jantar ou ir até lá para comer um docinho e tomar um café no meio da tarde! É um dos cafés mais antigos de Praga (o teto de cair o queixo, no estilo neoclássico, foi construído em 1893) e oferece uma variedade de pratos tchecos com influência francesa. Quando fomos jantar, escolhi o beef tartare – não sabia, mas é um prato bem típico da República Tcheca – e, de sobremesa, comi um doce típico tcheco, vetrník, que é maravilhoso. Ah, o Apfel Strudel de lá foi o melhor que eu já comi na vida, então quem for tem que pedir!

Gostaram das dicas?

Beijos,

Luisa

26 out 2017
Comente
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *