Looks, Look Dia, Blog

“Porta Retrato” – A cerca

Oi, meninas! Como eu falei nesse post, o blog agora tem uma nova tag, chamada “Porta Retrato”, com fotos mais conceituais tiradas pela fotógrafa Letícia Padilha. Fiquei muito feliz (na verdade, a-pessoa-mais-feliz-do-mundo haha!) que essa tag foi super bem recebida e que vocês adoraram a idéia de poder se inspirar, sonhar e se divertir por meio de fotos! Obrigada, viu gente!? O legal do ensaio de hoje é que encontramos esse lugar por acaso, andando pela Exposição de Londrina, e achei incrível como a Lê transformou uma simples cerca em um cenário encantador. E a mesma coisa pode ser feita com roupas: elas também podem ser transformadas! Nesse look, por exemplo, o vestidinho de estampa liberty ganhou um ar mais invernal quando combinado com a bota pesada, estilo hiking, e depois com o coletinho de pele fake – uma meia calça também caberia nesse look! Eu adoro misturar elementos contrastantes, que teoricamente não combinam, como peças leves com peças mais pesadas… acho que esse choque de elementos deixa o look super interessante e atual. E, vocês, gostam da idéia? Me contem TUDO! (Estilo fofoca, né!? Haha!)

Vestido: Zara/ Bota: Corsocomo (Onná)/ Bolsa: Madewell/ Cinto: H&M/ Colete: Ann Taylor

*Se vocês quiserem conhecer mais o trabalho da Leticia, é só visitar o blog dela aqui!

Beijinhos,

Luisa

30 maio 2011
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Cabelo, Moda, Beleza

Tendência Ballet – Penteados e Looks

Oi, meninas! Depois da febre do filme Cisne Negro, o ballet voltou ao imaginário da moda e se tornou uma das principais tendências de 2011.  Ao lado das escolhas mais óbvias, como saias de tecidos fluídos, collants e coques, surgem peças que remetem ao mundo da dança de forma mais ampla, como leggings e sweaters curtinhos – tudo bem ao estilo das meninas freqüentadoras de academias de dança de Nova Iorque. E é justamente essa junção da feminilidade característica do ballet com o tom urbano das grandes metrópoles o que rege essa tendência: nada de usar looks literais, do estilo eu-dancei-quebra-nozes-quando-tinha-cinco-anos, o interessante é misturar as peças românticas com outras mais agressivas – é tipo uma bailarina meio punk, sabe? Tipo a Natalie Portman depois da transformação em cisne negro! Haha!

Quem pensa em Ballet logo lembra do Tule, não é mesmo? O tecido dos famosos tutus está super em alta (fiz um post sobre a tendência aqui) e fica ótimo combinado com peças mais pesadas – como uma jaqueta de couro – ou descoladas – como uma camiseta “podrinha”. A dupla rosa clarinho + preto também remete muito ao mundo do ballet e é uma das maneiras mais simples de entrar na tendência. Eu amo usar essas duas cores juntas, acho que elas dão aquele ar sou-romântica-mas-não-tanto,  que eu acho o máximo! haha!

Esse tipo de sweater que temos visto muito por aí – mais curto e larguinho – é super inspirado no estilo das meninas das academias de dança de Nova Iorque. Acho o modelo muuito charmoso porque tem aquele ar despretensioso, sabe? É incrível usá-lo de forma desarrumada, caído no ombro, estilo sou-naturalmente-estilosa-e-nem-me-esforço haha! O modelo fica linda tanto combinado com peças mais sexys – como uma legging – como com peças mais casuais – como uma calça de moleton ou um shorts de cintura alta. Quem tem vovó prendada já sabe, né? Pede agora um sweater desse tipo de páscoa – quem precisa de chocolate? Haha!

Os coques estilo bailarina apareceram em vários desfiles no hemisfério norte e já marcam presença na cabecinha de várias celebridades nos red carpets da vida. Para nós, pobres mortais, o penteado também é ótima pedida para festas e casamentos: é clássico, elegante e relativamente fácil de fazer. O coque pode ser alto, baixo, ou no meio a cabeça – depende da sua preferência. O penteado também pode ser mais despojado, com alguns fios soltos, ou mais clássico, com os fios bem puxados – vale lembrar que esse estilo,  inclusive com o uso do tão temido gel, está de volta no radar fashion! De todo jeito, o penteado é uma ótima pedida e vai garantir que sua make poderosa e o brinco bapho sejam os cento das atenções!

Gostaram do post, meninas? Eu adoro essa tendência “ballet” e acho bem usável, é só pegar uma peça mais “frufru” de cor clara que você tenha no armário e misturá-la com uma peça mais pesada que já dá o efeito! Ah, e quem se interessar pelo assunto e por fotografia, dá uma olhada nesse post aqui que tem umas fotos incríveis de bailarinas!

Beijinhos,
Luisa
29 maio 2011
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!

Livros, Cultura

Dica de leitura – Caim e Abel

Oi, meninas! Esses dias, eu estava conversando com uma amiga minha sobre livros e eu me lembrei de um livro muito bom, que eu já li faz um tempão, mas que – de certa forma – mudou minha vida! Isso porque, antes de ler “Caim e Abel”, eu preferia livros que tinham uma mulher como protagonista – acho que por questão de identificação mesmo, quando somos mais novos temos uma mania de querermos “nos ver” em tudo, não é verdade? Pelo menos eu era assim! Haha!  Mas, depois dessa leitura, percebi que isso é a maior burrice do mundo e que o que importa mesmo em um livro é se a história é bem contada. E posso garantir que essa constatação abriu muitas novas portas para mim!

Bom, agora vamos ao livro! Apesar de remeter à tragédia bíblica, “Caim e Abel”, de Jeffrey Archer, não tem conteúdo religioso. O livro, que já vendeu mais de 10 milhões de exemplares, mostra a trajetória de dois homens muito diferentes – um polonês de origem humilde, que nasceu no meio da Guerra, e um americano muito rico, herdeiro de um imenso império financeiro – mas igualmente brilhantes, que se tornam inimigos ao longo da vida. Ao contar a história dos dois, o autor aborda as transformações políticas, sociais e culturais do século XX e ainda mostra como a vingança pode ser destrutiva. Eu amei o livro porque ele é de leitura fácil, ágil, instigante, daqueles que prendem nossa atenção e que lemos num piscar de olhos! E o melhor de tudo: nesse livro, não há mocinhos nem bandidos, os antagonistas mudam de papel a cada página e não tem como escolher um preferido, eu acabava sempre torcendo para os dois! Recomendo muito esse livro, que, inclusive, é um ótimo presente para o dia dos namorados. Juro, todos os meninos que eu conheço que leram esse livro – e muitos que nem tem o hábito de ler muito – amaram “Caim e Abel”! #ficadica

Gostaram da dica de leitura de hoje? Alguém já leu esse livro?

Beijinhos,

Luisa

28 maio 2011
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Moda

Customize! – Botões

Oi, meninas! Desde que virei “blogueira”, me tornei uma pessoa mais criativa e passei a adorar customizar roupas que estavam esquecidas no fundo do armário! Como já falei no post de quarta, acho que moda tem tudo a ver com essa reciclagem, por isso vou sempre postar dicas de customização por aqui. A dica de hoje é muito simples e fácil de fazer, pois requer um item super básico: o botão! Sim, botões diferentes e estrategicamente costurados podem renovar totalmente uma peça esquecida. Vamos ver como?

O cardigan preto é uma peça coringa e muito usável no inverno, mas esse coitadinho estava meio esquecido no fundo do armário, porque eu o achava meio sem gracinha… haha! Mas eu tive essa idéia de trocar os botões pretos por botões dourados, um diferente do outro, e achei que o cardigan ficou muito mais bonito e charmoso! Gostaram? Os botões são baratinhos e podem ser encontrados em lojas de aviamentos, ou você pode usar aqueles botões extras que vem com algumas roupas, sabe? Eu guardo todos numa caixa e, sempre que preciso, dou uma fuçada para achar uns bonitos e que combinam entre si.

—————————————————-

Os botões não precisam ser usados só para abotoar uma peça, mas servem para enfeitar também! Muitas vezes, botões diferentes costurados no bolso, na gola, ou no ombro de uma camiseta, podem reinventar totalmente a peça e deixá-la muito mais interessante. É só deixar a imaginção rolar!

Eu adoro essa camisetinha listrada, mas a usei tantas vezes que estava meio enjoada da peça. Para dar um charme a mais, resolvi costurar três botões de âncora em cada ombro, que combinaram com o estilo náutico da camiseta. Achei muito fofo! O legal é que existem botões de todos os tipos: pequenos, grandes, dourados, prateados, coloridos, com desenhos de âncoras, brasões, flores…  Então é só escolher qual combina mais com a sua peça e se divertir! 

Gostaram, meninas? O que acharam dessa tag de customização? Se alguém tiver alguma dica, é só falar!

Beijinhos,

Luisa

27 maio 2011
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!