Livros, Cultura

Dica de Leitura: Para Poder Viver

Já falei para vocês mil vezes o quanto eu estou viciada no meu Kindle, né? Eu sempre amei ler, mas com a facilidade de levar o e-reader para todos os lugares, estou lendo muito mais agora! 🙂

Um dos primeiros livros que eu li no meu Kindle foi o Para Poder Viver: A jornada de uma garota norte-coreana para a liberdade, de Yeonmi Park. Estou em uma fase de autobiografias ultimamente, e essa é uma daquelas de narrativa fácil e cativante, que não dá para parar de ler, sabem? Terminei o livro em 3 dias!

parapoderviver

Yeonmi pode ter apenas 23 anos hoje, mas mesmo antes dos 21, acumulou tantas experiências que já é autora de sua própria biografia. Nascida em Hyesan, na Coreia do Norte, filha de pais carinhosos e com uma irmã mais velha, Yeonmi fugiu de seu país com apenas 13 anos para, como o nome do livro diz, “poder viver” – fugir da miséria, da fome, das doenças e do governo repressor, autoritário e ditatorial. Por não permitir a troca de informações de dentro do país para fora e vice-versa, sabemos muito pouco da vida norte-coreana e, na primeira parte do livro, Yeonmi narra com detalhes sua infância no país mais fechado do mundo: a cultura extremamente patriarcal, a ausência total de liberdade de expressão, a crença que o líder do país tinha poderes sobrenaturais, o contato real entre as pessoas, já que aparelhos eletrônicos não existem.

Quando enfim deixa a Coreia do Norte, a liberdade não vem fácil para Yeonmi. Ela passa por traficantes e contrabandistas de pessoas na China e a uma travessia arriscada no deserto de Gobi, na Mongólia. Sua perseverança e força são invejáveis, e Yeonmi escreve um livro cativante, emocionante e que nos abre os olhos para uma outra realidade. Indico mil vezes!

Beijos,

Luisa

13 dez 2016
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Livros, Cultura

Dica de leitura: a Lista do Nunca

Oi, gente! Eu li um ótimo livro de suspense durante as férias de Julho (adoro livros desse gênero) – “A Lista do Nunca”, estreia da escritora norte-americana Koethi Zan. O livro acabou de ser lançado em português e resolvi fazer a resenha para vocês!

Hey! I just finished a very terrifying book last week – “The Never List”, debut of the american writer Koethi Zan. I love thrillers and I was very curious about this book after I read great reviews about it, and I wasn’t disappointed at all!

O livro é realmente bem assustador – sabem aquela história horrível daquelas meninas que foram sequestradas e mantidas em cativeiro por anos em Ohio, nos Estados Unidos? O livro se parece muito com esse caso real. O suspense conta a história de duas amigas, Sarah e Jennifer, que sofreram um grave acidente de carro quando eram pequenas. Depois desse acontecimento, essas meninas passaram anos escrevendo a lista do nunca: regras para se manterem sãs e salvas, sem correrem qualquer risco. Em uma noite a vida das duas muda quando entram em um táxi e acabam sendo sequestradas e mantidas por três anos em um porão com mais duas garotas. Dez anos depois de conseguir fugir, Sarah está vivendo em Nova York e, completamente traumatizada e quase sem sair de seu apartamento, ainda tenta superar o que passou. Porém, quando seu sequestrador – que ainda manda cartas assustadoras para ela – está prestes a conseguir uma condicional da prisão, Sarah decide que esse é um momento de superar suas fobias e ir atrás de justiça.

É uma leitura bem forte, mesmo… é horrível imaginar que coisas tão chocantes e desumanas acontecem na vida real, como foi o caso de Ohio e tantos outros. Para quem se interessa por esse gênero de livro, vai gostar – é aquele tipo que não dá pra largar mesmo, sabe? Para vocês terem uma noção, eu estava lendo o livro na beira da piscina e ele caiu na água – sim, consegui essa proeza! – e eu mergulhei igual uma louca atrás do livro e continuei lendo ele todo molhado mesmo! Hahahaha!

This book tells the story of two best friends, Jessica and Sarah, who suffer a car accident when they were kids. After that, they spent years writing the “never list”, a list of actions to be avoided – for safety’s sake – at all costs. But one night, after they accept a cab ride, their lifes change forever: for the next three years, they are held captive with two other girls in a dungeon-like cellar. Ten years after she menaged to scape, Sarah is still struggling to live a normal life in New York, almost never leaving her apartment. Now, her abductor is up for parole and Sarah can no longer ignore the twisted letters he sends from jail. She then decides to confront her phobias and seek justice. 

The story is very similar to what happened in Ohio. The book is very disturbing – it’s terrible to think that such horrible things can actually happen in real life. For who enjoys this genre like me, it’s a very fast read and it’s impossible not to care about the characters, specially Sarah. 

Beijos,

Luisa

02 out 2013
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!

Livros, Cultura

Dica de Leitura: Gone Girl (Garota Exemplar)

Eu já comentei várias vezes no blog o quanto eu amo ler. Tenho que agradecer a minha mãe, que sempre me incentivou e me ensinou o quanto é importate ter o hábito da leitura, desde que eu era bem pequena! Para mim, não existe nada melhor do que sentar na cama e me perder em um livro, sabem? O último que eu li foi Gone Girl (no Brasil o título é Garota Exemplar) da escritora americana Gillian Flynn.

I already wrote here a lot of times how much I love to read. I have to thank my mother, who always taught me the importante of reading since I was very little! To me, there’s nothing better than getting lost in a book, you know? The last book I read was Gone Girl, of the American writer Gillian Flynn.

Eu já tinha ouvido falar desse livro, que se tornou uma verdadeira febre nos Estados Unidos. Além de criticamente aclamado, ele foi o único que conseguiu desbancar Fifty Shades of Grey do primeiro lugar da lista dos mais vendidos! Quando fui para Miami resolvi comprá-lo e simplesmente não conseguia parar de ler. A história é a seguinte: Amy, a linda e inteligente esposa de Rick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississipi e todas as suspeitas apontam para o marido. Será que ele a matou? – esse é o mistério principal do livro, mas o melhor de tudo é a maneira que Gillian escreve e envolve o leitor: eu me vi manipulada muitas vezes pelos personagens, que em uma página parecem bonzinhos e já na outra, maquiavélicos e dissimulados. São mentiras e mais mentiras e você não consegue saber quem está falando a verdade!

I have heard a lot about this book, that became a instant hit in the United States. It was critically aclaimed and the first that took Fifty Shades of Grey’s number one spot in the best seller list! When I went to Miami I decided to buy it and I just couldn’t stop reading it. The story is this: Amy, the beautiful and smart wife of Rick Dunne, disappears of their home in Mississipi and all the suspicions point to the husband. Did he killed her? – this is the main mistery of the book, but the best part is the way that Gillian writes: I saw myself getting fooled by the characters over and over again. They appear very nice on one page, and in the other they seem totally psychos. Lies over lies and you can’t figure out who’s telling the truth!

Enfim, é um suspense psicológico muito tenso que não deixa você parar de ler um segundo. Eu já estou querendo ler os outros livros dessa autora! Gone Girl vai virar filme (lógico!) e rumores dizem que Reese Witherspoon interpretará Amy.

It’s a very tense psychological thriller that you can’t put down a second. I want to read the other books written by this author! Gone Girl is turning into a movie (of course!) and rumours say that Reese Witherspoon is going to play Amy.

Leiam e me digam se gostaram, ok? Beijos,

Luisa

03 maio 2013
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Livros, Cultura

Dica de Leitura: O Hipnotista

Sempre quando viajo, fico ansiosa para comprar um livro novo para ler no avião – acho a solução perfeita para o vôo passar mais rápido! Dessa vez, comprei “O Hipnotista”, livro de mistério sueco que tem ótimas críticas. A história é um suspense policial que gira em torno de Erik Maria, médico conhecido por suas habilidades de hiponose, mas que há dez anos havia prometido não hipnotizar ninguém. Sua promessa é quebrada quando é chamado pelo policial Joona Lina para ajudar a solucionar um crime horrível, na qual uma família inteira foi assassinada e a única testemunha é um filho, que está em choque. A partir daí, começam mil reviravoltas, histórias paralelas e um verdadeiro mergulho em mentes perturbadas.

Como o livro é bem extenso e aborda diversas histórias e personagens, a leitura pode ser um pouco cansativa para alguns, mas eu não me importei e achei que o livro prendeu minha atenção em  todos os momentos! Também gostei da construção dos personagens, que são bem complexos e representados de maneira nada maniqueísta, o que ajuda a conferir tom de veracidade à história. Enfim, super recomendo!

O Hipnotista | Autor: Lars Kepler | Preço: R$39,90

Beijos,

Luisa

31 maio 2012
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!