Arte, Cultura

Vendedores de Rua no Vietnã

A fotógrafa holandesa Loes Heerink viveu alguns anos em Hanoi, no Vietnã e, fascinada pela cultura do país, começou um projeto de fotografar as vendedores de rua com suas bicicletas – a maioria são mulheres que vendem frutas, vegetais, flores e outros pequenos itens para ajudar a família. Loes disse que ficava horas em pontes e locações altas da cidade esperando as vendedoras passarem, e muitos dias não conseguia uma única fotografia. O esforço compensou, porque as fotos são realmente lindas: quando eu estive no Vietnã, fiquei surpresa com a quantidade de bicicletas e motos nas ruas (é uma coisa realmente caótica e nada que eu tinha experimentado antes), e adorei a forma como a fotógrafa conseguiu capturar esses momentos.

vietna1 vietna2 vietna3 vietna4 vietna5 vietna6 vietna7 vietna8 vietna9

Espero que essas imagens façam vocês, quando puderem, irem visitarem esse país tão lindo e colorido <3

Beijos,

Luisa

18 nov 2016
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Vietnam, Cambodia, Viagens, Lifestyle

Roteiro de Viagem: Vietnã e Cambodia

25-vientam

Muita gente pediu e aí vai o roteiro da nossa viagem para o Vietnam e Cambodia. A primeira coisa que fizemos foi decidir o número de dias que tínhamos para viajar e a partir daí pesquisamos o que queríamos conhecer, como chegar a cada lugar, etc. Voamos de Paris direto para Saigon (Ho Chi Minh) de Air France e voltamos Hanoi /Paris. Os vôos internos fizemos de Vietnan Airlines. Sinceramente, não tivemos problemas: os aeroportos são bem bons, com boa estrutura, organizados e limpos.

Em geral, as o Vietnam é bem seguro. Não tivemos problemas com isso. Em Saigon e Hanoi, aconselho usar os táxis das empresas Mai Linh ou Vinasun.

Segue o nosso roteiro, espero que ajude!! No final de cada cidade coloquei  o que eu mudaria no roteiro.

SAIGON (Ho Chi Mihn) – ficamos 3 noites e 3 dias inteiros

Dia 1 – Almoçamos perto do hotel e passeamos pelo bairro que era um pouco distante do centro. No final da tarde, pegamos um barco para o centro. Lá passeamos mais um pouco e depois encontramos nossas guias para o XO Food Tour noturno, que foi o máximo!!

Dia 2 – De manhã fomos explorar os pontos turísticos na garupa das Vespas das meninas do XO Tours novamente. Almoçamos no L’Usine, restaurante/ loja super descolado! À tarde, aproveitamos pra fazer uma super massagem, passeamos mais um pouco pela cidade e fomos curtir a piscina do Hotel. Jantamos no The Deck.

Dia 3– Saímos cedo de barco para um passeio no famoso Delta do Rio Mekong com o pessoal do Les Rives. Pessoal super top, grupo pequeno, ótimo barco. Foi um passeio de um dia inteiro, visitamos pequenas propriedades rurais, famílias típicas desta parte do país e suas sobrinhas de estimação, além de cidadezinhas a beira do rio e seus mercados. Tivemos uma almoço típico e depois voltamos para Saigon.

Mais detalhes de Saigon aqui ou aqui.

Que eu mudaria: Talvez ficasse mais um dia para conhecer os túneis de Cu Chi ou o mercado de flores de Cho Ho Thi no amanhecer.

HOI AN – ficamos 3 noites e 3 dias

O vôo entre Saigon e Danang dura aproximadamente uma hora e de lá até Hoi An são mais 30 minutos de carro. O Hotel Anantara oferece transfer à partir do aeroporto.

Dia 4 – Chegamos na cidade a tarde aproveitamos para conhecer os famosos alfaiates e também passear à pé pelo centro histórico. Vejam tudo aqui

Dia 5 – Passamos a manhã na The Vy’s Market Cooking School e a tarde aproveitamos a piscina e a praia  do Nan Hai Hotel.

Dia 6 – Durante a manhã, fizemos o passeio alternativo até a ilha de Kim Bong com o pessoal da Hoi An Free Tour. À tarde, fomos de bicicleta até a vilazinha rural de Tra Que.

Dia 7 – Aproveitamos a manhã para fazer um tour fotográfico com o  Hoi An Photo Walk, pois à tarde partimos para Siem Reap (Cambodia).

Obs: Acho que faltou uma visita a cidade imperial de Hue!

SIAM REAP– ficamos 3 noites e 3 dias

Dia 7 – Chegamos no início da noite e nosso hotel, o Phum Bkaitang, era um pouquinho afastado da cidade, então pegamos um Tuk Tuk para nos levar até o centro da cidade. Jantamos no Embassy, na King’s Road. Muito bom!

Dia 8– Conhecemos alguns dos mais famosos templos como Angkor Wat, Bayon e Banteay Kdei. À tarde tivemos que ficar na piscina, pois estava muito calor!

Dia 9 – Voltamos para visitar mais templos como o Angkor Thom,  Ta Prohm e o mais distante Banteay Srei. Jantamos no Chanrey Tree.

Dia 10 –  Acordamos as 4 da manhã para ver o nascer do sol em Angkor Wat. Uma emoção, vale muito a pena! Tínhamos um passeio pela zona rural agendado, mas não conseguimos sair da piscina do hotel, pois o calor de mais de 40 graus não deixou – Abril é o mês mais quente no Cambodia, é insuportável mesmo.  À noite, tentamos passear na Pub street e visitar os mercados noturnos,mas não conseguimos ver muita coisa, de tanta gente que tinha nas ruas comemorando o ano Novo.

Dia 11 – Aproveitamos a manhã para conhecer o comércio local e passar pelo centro de Siam Reap. À tarde, pegamos o avião para Hanoi.

O que faltou: olhar no calendário e ver que era Ano Novo, isso significa que muitos restaurantes e lojas fechados!! Além do que, em Abril faz MUITO calor.

HANOI – 2 noites

Dia 12 – Fizemos um food tour muito legal com Marc, um australiano que vive há mais de 15 anos em Hanoi. Comemos vários tipos de street food e aproveitamos para conhecer um pouco da cultura local.

Dia 13 – Tiramos o dia para conhecer os pontos turísticos de Hanoi como a biblioteca, o mausoléu do Ho Chi min e a Pagoda e também fazer umas comprinhas. A cidade tem muitas lojas que vendem artigos de seda.

HA LONG BAY – 1 noite

Dia 14 – Saímos cedo em direção a Ha Long Bay. A viagem dura umas 4 horas de carro, mas a estrada passa por vários lugarejos e cidadezinhas tão diferentes que acabamos não sentindo o tempo… Chegamos no pequeno porto e embarcamos no Jasmine Cruise em direção a Baia. O passeio é lindo e, apesar do tempo não estar muito bom, conseguimos subir até o topo da ilha de Titop para apreciar a vista e também conhecer as cavernas e vilas flutuantes. A noite, jantamos no barco.

Dia 15 – Acordamos para ver o nascer do sol na Baia, mas infelizmente estava chovendo…. Mesmo assim, o passeio valeu a pena! Voltamos para Hanoi e ainda tivemos tempo para as ultimas comprinhas e arrumar as malas e jantar antes de irmos para o aeroporto para pegar o voo para Paris.

O que faltou: conhecer SAPA, uma região nas montanhas ao norte do país. Vamos ter que voltar!!!

A viagem foi maravilhosa, recomendo muito! Quem tiver mais dúvidas, é só falar.

Beijos,

Luisa

 

01 ago 2016
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!

Vietnam, Viagens, Lifestyle

Passeio Delta do Rio Mekong – Les Rives Tours

1-les-rives

Os posts com dicas do Vietnã voltaram! No nosso terceiro dia em Ho Chi Minh (Saigon), fizemos uma passeio muito legal pelo famoso delta do rio Mekong. Em vez de ir de carro, pegamos um tour de barco super recomendado, o Les Rives Tours. Saímos de uma pequena marina bem pertinho do nosso hotel em um barco a motor. A primeira parada foi em um templo budista, depois paramos em uma casa típica na beira do rio para conhecermos um pouco da cultura local.  O ponto alto da visita foi descobrir que eles tinham uma phyton como bichinho de estimação. Depois paramos em uma pequena propriedade rural para tomar água de coco e experimentar a “pinga caseira”. Passamos ainda por  algumas vilas, mercados e templos sempre ao longo do Mekong. A parada para o almoço foi em uma destas vilazinhas e estava muito bom!

Dá pra ver mais um pouquinho do passeio aqui.

Processed with VSCO with a6 preset 2-les-rives 3-les-rives 4-les-rives Processed with VSCO with a6 preset 5-les-rives 6-les-rives 7--les-rives 8-les-rives 9-les-rives 10-les-rives 11-les-rives
18 jul 2016
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Vietnam, Lifestyle, Cultura

Retratos, Vietnã

1-vietnã

Fotografar um estranho na rua, em um país totalmente diferente, é mais difícil do que a gente imagina. Primeiro, devemos superar a vergonha e nos aproximar da pessoa; depois, tentar conversar e ganhar a confiança de alguém que não fala sua língua e tem outra cultura; e por fim, conseguir capturar, de alguma forma, a alma e a história daquela pessoa por meio da foto. Na era das selfies, nunca imaginei que fotografar fosse tão difícil – e tão recompensador! Eu sempre amei fotografia, mas a experiência de me aventurar pelas vielas de Hoi An, no Vietnã, descobrir lugares secretos, me infiltrar e ter contato com a intimidade de um povo tão diferente foi algo maravilhoso e que, com certeza, vai ficar para sempre na minha memória.

O resultado são as fotos e retratos desse post, que mostram as cores do Vietnã e seu povo: a curiosidade das crianças e a força das mulheres, que me deixaram maravilhada com sua garra e resiliência. São elas a força motriz daquela sociedade ainda muito machista. As vietnamitas, desde muito novas até muito velhas, estão por toda parte, trabalhando – vendem peixe nos mercados, tem barraquinhas de comida, são costureiras, plantam arroz, cuidam da casa e dos filhos…  Muitas vezes, essa vida de trabalho pesado está estampada nos seus rostos.

2-vietnã 3-vietnã 4-vietnã 5-vietnã 6-vietnã 7-vietnã 8-vietnã 9-vietnã 10-vietnã 11-vietnã 12-vietnã 13-vietnã 14-vietnã 15-vietnã 16-vietnã 17-vietnã 18-vietnã 19-vietnã 20-vietnã 21-vietnã 22-vietnã 23-vietnã 24-vietnã 26-vietnã 27-vietnã 25-vientam

 

28-vietnã 29-vietnã 30-vietnã 31-vietnã

Para conseguir tirar essas fotos, tive ajuda de um professor, o Pieter, um fotógrafo que mora no Vietnã há anos e que me ensinou técnicas de fotografia, de como abordar estranhos e me ensinou um pouco sobre a cultura daquele país. O passeio chamado “Hoi An Photo Walk“, e vale muito a pena – com certeza consegui ver o Vietnã com outros olhos…

Beijos,
Luisa

24 maio 2016
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!