Comportamento, Moda, Bem Estar

Selena Gomez na Vogue Americana

Fiquei super feliz quando vi hoje, pelas redes sociais, que a Selena Gomez fez sua estreia na capa da Vogue americana de abril! Ela desabrochou desde seus tempos de Disney e se tornou uma mulher determinada, segura de si, forte, sem medo de mostrar suas fragilidades e suas inseguranças. Super inspiradora!

Selena passou um tempo “fora do radar” depois que cancelou sua turnê Revival para cuidar de sua saúde (para quem não sabe, a cantora e atriz tem lúpus e começou a sofrer de depressão e ansiedade, alguns dos sintomas da doença autoimune) e está voltando aos poucos aos holofotes, até mesmo para se preservar, como disse em vários momentos da entrevista à revista. O período sabático fez bem, porque ela está mais linda do que nunca, tipo tiro atrás de tiro – o ensaio foi fotografado por Mert Alas e Marcus Piggott e tem vibes tropicais, bem verão!

Selena é a pessoa mais seguida no Instagram – 113 Milhões de seguidores (!!!) & counting, mas está tentando se distanciar das redes sociais: “Assim que me tornei a pessoa mais seguida no Instagram, eu tive um mini-pânico. Isso me consumia muito. Eu acordava e dormia com isso. Era viciada, e parecia que eu estava vendo coisas que não queria ver (…) eu sempre me sentia uma m***** quando olhava o Instagram. É por isso que eu estou mais distante ultimamente”.

Nascida no Texas, Selena foi criada pela sua mãe, que tinha 16 anos quando ela nasceu. “Minha mãe desistiu da sua vida por mim. Da onde nós viemos, as pessoas não vão embora (…) quando eu comecei a ter sucesso, eu sentia culpa. Pensava, ‘eu realmente mereço isso?'”. Na entrevista, a atriz e cantora disse que se sente mais confortável em um set de filmagem, imersa em um personagem, do que em turnê…

Selena passou 90 dias, ano passado, em tratamento psiquiátrico depois de sofrer ataques de pânico, depressão e transtorno de ansiedade durante a turnê Revival. “Foi incrível ficar só com 6 meninas na clínica. Pessoas reais que não ligavam para quem eu era, que estavam lutando pelas suas vidas. Foi uma das coisas mais difíceis que eu fiz, mas foi a melhor coisa que eu fiz”.

Seus próximos planos? Uma das musas de Nicolas Guesquière, da Louis Vuitton, Sel vai assinar uma coleção de acessórios com a Coach, é a produtora-executiva de uma nova minissérie do Netflix, 13 Reasons Why, que estreia no final deste mês, e está frequentando o estúdio de gravação, sem pressão.

“Nós garotas somos ensinadas a sermos resilientes demais, fortes e sexys e cool e despreocupadas. Nós também precisamos nos sentir permitidas a desmoronar, às vezes”.

Beijos,

Luisa

16 mar 2017
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Comportamento, Moda, Bem Estar, Cultura

Lupita Nyong’o na Vogue Magazine

Depois de sua performance revelação em “12 Anos de Escravidão”, filme que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2013, Lupita Nyong’o, nascida no México e criada no Quênia, virou uma das atrizes mais disputadas de Hollywood. Além de seu talento indiscutível e o super carisma, a atriz é engajada em diversas causas sociais, principalmente na situação de mulheres e crianças nas regiões da África mais afetadas por guerras. #inspiração

Capa da Vogue americana de outubro, Lupita estrela em um dos photoshoots (by Mario Testino) mais lindos que vi nos últimos tempos da revista: ela nos leva à casa da sua família, onde cresceu no Quênia. O resultado são paisagens incríveis, looks maravilhosos e uma explosão de cores…

lupita14

Lupita: “Quero criar oportunidades para pessoas de cor”

Em sua entrevista, Lupita sobre sua família, a África e seu mais novo filme, “Rainha de Katwe”, em que interpreta a mãe de Phiona Mutesi, jogadora de xadrez prodígio de Uganda e vencedora da Olimpíada Mundial de Xadrez. Não conhecia a história de Phiona, mas realmente parece muito emocionante – chorei só de ver o trailer! Lupita disse que recebeu o roteiro e, quando leu 5 páginas, já ligou para o seu agente dizendo que teria que fazer o filme.

lupitapicmonkey

“Eu tenho uma vontade muito grande de usar minha plataforma para expandir e diversificar a voz da África. É muito significativo para mim”. Lupita se considera Queniana-Mexicana e possui cidadania dos dois países.

lupita6 lupita2picmonkey-collage

Fazer a diferença é de família: a avó paterna de Lupita, Dorca, de 96 anos (a da foto! Fofa <3) construiu um abrigo para meninas órfãs e sem oportunidades; sua mãe, Dorothy, é a diretora administrativa da Fundação do Câncer na África e seu pai, Peter, é senador, ativista político e ex-professor.

lupita2

Aos 19 anos Lupita raspou o cabelo, um gesto que poucas meninas na época e idade tinham a coragem de fazer. “Eu queria saber como era minha cabeça”, ela disse. “E eu também estava cansada de ir ao salão fazer alisamento (…) meu pai não sabe disso, mas foi por causa dele. Ele que financiava meus penteados, e em um certo ponto disse: ‘por quê você não corta tudo?’. Depois de duas semanas sem perceber, ele perguntou onde estava meu cabelo”.

picmonkey-collagelupita3

Ao tomar seu espaço em uma indústria com problemas de aceitação e preconceito, a atriz inspirou e abriu a porta para outras pessoas. Ela conta que uma jovem Uganesa-Inglesa, que trabalhou na produção do filme, disse para Lupita que “nunca tantas pessoas disseram que eu era bonita até você aparecer. Fui chamada para testes que nunca tinha sido chamada antes. E eu sei que é porque você existe”.

lupita1 lupita10

Lupita com seus filhos do filme “Rainha de Katwe”. Seu próximo projeto é “Americanah”, uma história de uma jovem Nigeriana que muda para os Estados Unidos, baseado em um livro de mesmo nome – que, coincidentemente, acabei de terminar de ler e é maravilhoso! Estou pensando em fazer uma resenha para o blog, o que vocês acham?

Beijos,

Luisa

22 set 2016
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!

Moda

Angelina Jolie e seus anos na Vogue

Angelina Jolie é uma das mulheres mais icônicas dos últimos tempos: é atriz consagrada e ganhadora de vários prêmios (incluindo um Oscar), diretora, roteirista, escritora, ativista humanitária e mãe de 6 filhos. Ufa! Prestes a voltar ao cinema com “By the Sea” (“À Beira Mar”), escrito, dirigido e produzido por ela, que conta com seu marido Brad Pitt no elenco (a história é sobre um casal em crise no casamento e parece bem deprê!), Angelina aparece na capa da Vogue desse mês e se abre sobre estar próxima dos 50 anos, o desafio de fazer o longa (ela disse que foi a lua-de-mel deles! Haha!) e fala sobre a “vida de nômade” de sua família.

Decidi dar uma pesquisada em todas as capas da Vogue que Angelina já apareceu (foram 5!) e gente, fico chocada como a beleza dela é atemporal e ela parece ainda mais bonita hoje! O que vocês acharam?

Abril de 2002, “The Shape Issue”, fotografada por Annie Leibovitz

angelina-jolie-in-vogue-1 angelina-jolie-in-vogue-6

Março 2002, “The Power Issue”, fotografada por Mario Testino

angie vogue

Janeiro 2007, fotografada por Annie Leibovitz

angelinaa angiee

Dezembro 2010, fotografada por Mario Testino

angiee angi

Novembro 2015, fotografada por Annie Leibovitz

angelinajolie jolie angelina_jolie

Gostaram?

Beijos,

Luisa

23 out 2015
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Moda, Cultura

Moda e Arte

Eu achei simplesmente incrível o editorial da Vogue de dezembro – estrelando a maravilhosa Jessica Chastain – que presta homenagem em algumas das mais mais belas obras de arte. As fotos, tiradas por Annie Leibovitz, mostra Jessica “encenando” (com roupas de tirar o fôlego, claro!) obras de Van Gogh, Gustav Klimt, Frederic Leighton, Félix Vallatton, dentre outros. Incrível!

I absolutely loved Vogue’s december editorial – starring the beautiful Jessica Chastain – where fashion pays homage to some of art’s greatest works. Shot by Annie Leibovitz, Jessica (wearing amazing clothes, of course!) recreates paitings by Van Gogh, Gustav Klimt, Frederic Leighton, Félix Vallatton and others. Brilliant!

Beijos,

Luisa

28 nov 2013
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!