Slider

Filmes, Cultura

Dicas de Documentários no Netflix

Volta e meia faço um post aqui no blog com dicas de documentários do Netflix – eu sempre amei o gênero, e o serviço de streaming vive lançando vários de ótima qualidade! Esses foram os que eu assisti mais recentemente (alguns estreiaram no final do ano passado, outros neste ano) e super recomendo:

Audrie & Daisy

 

“Audrie & Daisy” foi lançado no festival de Sundance no ano passado e o tema não é nada leve: o documentário narra a história de 2 casos de estupro sofridos por Audrie Pott e Daisy Coleman – Audrie tinha 15 anos, e Daisy, 14. Elas moravam em diferentes regiões dos Estados Unidos, mas o que aconteceu depois do crime foi praticamente igual: injustiças e as vítimas e suas famílias foram sujeitadas à abusos e bullying nas redes sociais. Senti um sentimento de impotência e indignação diante de tanto horror e injustiça, mas acredito que é um documentário muito necessário!

Fyre Festival: Fiasco no Caribe

 

Esse documentário está dando o que falar e, assistindo, me pareceu um filme de ficção de tão inimaginável que a situação foi – mas não, é real gente! O Fyre Festival foi concebido por Billy McFarland, um empresário de Nova York, e o rapper Ja Rule, e seria um megaevento luxuoso em uma ilha particular do Caribe. O vídeo promocional estrelava nada menos que Bella Hadid, Alessandra Ambrósio e outras principais modelos do momento, o festival teria artistas consagrados, comida e instalações incríveis. Mas a realidade não foi bem assim! Muito interessante para vermos como um bom marketing nas redes sociais consegue manipular e causar danos à muita gente…

Conversando com um serial killer: Ted Bundy

 

Sou viciada por séries/minisséries sobre serial killers e me interessei bastante sobre essa série documental, composta por 4 episódios, sobre um dos mais temidos assassinos de todos os tempos: Ted Bundy foi acusado por mais de 30 crimes – todas as suas vítimas eram mulheres – ao longo dos anos 70. Ele era inteligente, muito carismático e por isso mesmo dá mais medo que o normal! O documentário mostra entrevistas do próprio assassino com o jornalista Stephen Michaud, nunca antes exibidas e é bem interessante e, sim – assustadora!

Beijos,

Luisa

06 fev 2019
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Looks, Look Dia, Moda

Inspiração: Blusa estilo camponesa!

Oi, gente! Estou amando e usando muito a tendência da blusa estilo bustiê, corselet ou, como eu gosto de chamar, camponesa, haha! E olha que não é nada difícil de usar, viu? Acho que uma blusa com um estilo mais diferente e de personalidade faz toda a diferença no look – daí não precisa nem pensar muito na parte de baixo, é só colocar uma calça jeans ou de alfaiataria e pronto.

Blusa: Damyller | Calça: Damyller | Bolsa: Chanel

Usei esse look todo da Damyller esses dias e amei! Resolvi deixar a barriga de fora para destacar bem esse top maravilhoso, bem no estilo da tendência, e combinei com uma calça de cintura alta que veste super mega bem – mas daria super para usar com uma saia midi de cintura alta para quem não quiser ousar tanto, haha! Como o estilo da blusa bustiê normalmente é mais sexy, acho legal combinar com calça (amo jeans, acho que super combina!) para dar uma balanceada.

O que vocês acharam? Acho que esse estilo de blusa é uma ótima alternativa para a ombro a ombro, que já virou tipo um clássico do verão!

Beijos,

Luisa

30 jan 2019
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!

Comportamento, Bem Estar

Minhas resoluções para 2019!

Eu sei que não tem nada mais clichê do que fazer resoluções de ano novo, mas eu adoro, gente! Ultimamente estou com um hábito de fazer “metas” e sinto que me faz muito bem, sabem? Então decidi compartilhar as minhas de 2019 com vocês 🙂

2018 foi um ano muito importante para mim: muitas mudanças aconteceram (me mudei para São Paulo!), conquistei muita coisa no meu trabalho, fiz parceria com marcas incríveis, viajei para lugares maravilhosos… passei por momentos difíceis também, mas cresci e amadureci muito por causa deles! Sinto que aconteceu tanta coisa e que o ano passou voando.

1- Balancear mais minha vida pessoal e profissional: Até já falei sobre isso no meus stories! Tenho muita dificuldade em deixar meu trabalho um pouco de lado – nessas férias, por exemplo, estou viajando com os meus amigos e decidi não fazer vlogs. É um sofrimento pra mim (juro!) e tenho um certo t.o.c de não ver meu canal do Youtube atualizado, mas quero começar a colocar mais em prática a ideia de que todo mundo precisa parar e respirar um pouco!

2- Viajar para um novo destino exótico: Nesse momento estou na Tailândia com meu namorado e amigos, mas como já vim com a minha mãe não conta como um destino novo, haha! Viajar é minha paixão e eu amo conhecer culturas bem diferentes. Já estou com mil ideias na cabeça…

3- Controlar minha ansiedade: Sou uma pessoa muito ansiosa. Quero fazer tudo ao mesmo tempo, sofro por antecipação, enfim… é o mal do século, né? Coloquei na minha cabeça que quero relaxar mais esse ano (colocando em prática o item 1!) e, principalmente, viver mais o momento. Quero começar a meditar – tentei algumas vezes no ano passado e até dei a dica de um aplicativo super legal, mas na correria do dia-dia, tive dificuldade em manter o hábito.

4- Dizer mais “não”: Isso é um problema muito sério para mim, que eu tenho desde que me conheço por gente! Tenho um sério problema em dizer não, mesmo quando eu sei que vai me fazer mal, que vai me deixar ansiosa, que vai me deixar lotada de coisas para fazer. Eu já fui bem pior, mas sei que posso melhorar ainda mais pela minha saúde mental! Às vezes é difícil, mas temos que nos colocar em primeiro lugar.

5- Começar um esporte: Sempre fui uma pessoa ativa – faço academia desde bem novinha – mas nunca me dei muito bem com esportes! Para começar, educação física era a matéria que eu mais odiava no colégio (já tirei nota vermelha, para vocês terem noção) e há alguns anos atrás tentei começar a jogar tênis, mas sem sucesso. Enfim, quero me aventurar em um esporte e ver no que dá, haha! Vocês tem alguma sugestão?

Desejo um ano maravilhoso para vocês! <3

Beijos,

Luisa

02 jan 2019
Comente
Compartilhe

Me siga no Instagram: @luisa.accorsi

Viagens, Lifestyle

Roteiro de Viagem: 4 dias em Mônaco!

Tive a sorte de visitar Mônaco este ano não uma, mas duas vezes, e me apaixonei por este mini país – que, na verdade, é uma cidade-estado – localizado em um lugar mais do que privilegiado: no sul da França, às beiras do mar mediterrâneo. O principado é muito conhecido pela famosa Família Real, por seu circuito de Fórmula 1 e pelos Cassino, mas apesar do território muito pequeno (Mônaco é apenas um pouco maior do que a cidade do Vaticano e menor do que o Central Park, em Nova York), tem muita coisa para conhecer por lá!

Capital: Monte Carlo (Mônaco é considerado uma Cidade-Estado, então Monte Carlo seria na verdade um bairro dentro do território).

Moeda: Euro

Língua: Predominantemente francês

Como chegar: Não existem vôos direto do Brasil para Mônaco, mas quase todas as capitais europeias tem conexões para Nice, na França, que fica do lado de Monte Carlo. De Nice, dá para pegar um táxi, agendar um transfer com o hotel ou pegar um trem até Mônaco. Ah, tem a opção de ir de helicóptero também… muito luxo, gente! Mônaco é uma excelente extensão de qualquer viagem da Europa – se você está indo para a Itália, Suíça, França, Portugal etc, dá para ficar algumas noites no principado também.

Onde ficar: O que não falta em Mônaco são hotéis incríveis! Tive a oportunidade de me hospedar no Hotel Metropole Monte-Carlo, Hotel Hermitage Monte-Carlo e no Hotel Fairmont Monte-Carlo e todos foram maravilhosos! O Hotel Metropole Monte-Carlo não faz parte de uma rede, então é bem exclusivo e mais íntimo, sabem? Tudo é muito chique – a área da piscina foi imaginada por ninguém menos que Karl Largerfeld. O Hotel Hermitage Monte-Carlo é um dos mais tradicionais de Mônaco, com estilo mais clássico. Os quartos são lindos, super claros (amo quartos de hotel assim!) e alguns tem uma varanda com uma vista de tirar o fôlego de toda a riviera. Se você procura um lugar mais jovem e badalado, o Hotel Fairmont Monte-Carlo é o lugar – lá tem o restaurante Nobu e o beach club Nikki Beach, que bombam no verão!

Dia 01

Monte-Carlo Beach Club: Foi um dos lugares que eu mais amei em Mônaco! O Beach Club fica no hotel Monte Carlo Beach e você tem acesso livre caso esteja hospedado em um dos hotéis do grupo (Hôtel de Paris ou Hôtel Hermitage Monte-Carlo). O lugar é maravilhoso, parece que você é transportado para outra década, sabem? A piscina é icônica, com aqueles trampolins tipo anos 50, e o lugar também dispõe de uma praia privada – quase não tem areia, mas vale muito a pena entrar, a água é transparente e cor esmeralda!

Elsa: No próprio hotel Monte Carlo Beach tem o Elsa, primeiro restaurante 100% orgânico a receber uma estrela no guia Michelin. A comida é deliciosa (e saudável!) e o ambiente é super cool, com uma vista linda para o mar. Para quem não quer gastar muito, dá para comer pizzas e saladas no Los Cabanas, que fica no próprio Beach Club, ou no Le Deck, especializado em grelhados.

Casino de Monte-Carlo: Não dá para ir à Mônaco sem visitar o cassino mais famoso do mundo, inaugurado em 1863. Ah, e você pode só visitar sem jogar, que foi o que eu fiz! A arquitetura por si só é de cair o queixo e não deixem de conhecer a Ópera e tomar um drink na Salle Blanche, um bar/lounge dentro do cassino que tem vista para o mar.

Dia 02

Musée Océanographique: Poucos sabem que o Príncipe Albert I era oceanógrafo e cientista e construiu este aquário em 1910, combinando arte e ciência. Como tudo em Mônaco, o lugar é muito bem cuidado e tem uma vista maravilhosa para o mar da parte superior. O museu abriga diversas espécies de animais marinhos e é um ótimo programa para quem estiver com crianças!

Nikki Beach Monte Carlo: Vamos badalar um pouco depois do programa cultural, né? O Nikki Beach de Monte Carlo fica no rooftop do Hotel Fairmont Monte-Carlo, tem uma vista de tirar o fôlego e é super bombado! Ideal para fazer um “almo-rave”, sabem?

Sass Café: Um dos restaurantes mais agitados e concorridos de Monte Carlo. A comida é mediterrânea (tem para todos os gostos!) e deliciosa. Ah, o lugar vira baladinha depois da meia noite!

Dia 03

Parc du Cap Martin/Èze: Uma das coisas mais legais de ficar em Mônaco é que o principado é uma base perfeita para qualquer viagem! Dá para fazer vários bate-volta, já que de lá é possível visitar a França e a Itália no mesmo dia, por exemplo, e ter a experiência de se hospedar em Mônaco, que é um lugar único. Nice fica super perto e outras cidadezinhas bem legais também! O Parc du Cap Martin é um parque que fica em Cap Martin, na França, que antes pertencia ao território de Mônaco. Dá para reservar uma manhã para conhecer o lugar, que é lindo! Èze fica do outro lado, também na França, e é uma cidadezinha medieval super charmosa que vale a visita.

Le Vistamar: Esse restaurante, que tem uma estrela Michelin, fica no hotel Hermitage e sim, mais uma vez, a vista é maravilhosa! Amei a comida porque é super saudável e leve (os peixes são imperdíveis!) e uma delícia. No verão, o terraço fica aberto e o visual é muito lindo!

Compras: Olhar as vitrines das lojas luxuosas na Avenue de Monte-Carlo já é fazer turismo em Mônaco! Aproveite para fazer um people-watching – juro que nunca vi pessoas tão bem vestidas na vida como nas ruas de lá.

Blue Gin e Blue Bay: Antes do jantar, aproveite para tomar um (ou uns!) drink no Blue Gin, que fica no Hotel Monte Carlo Bay – o ambiente é bem gostoso e bomba no verão! O restaurante Blue Bay (que fica no mesmo hotel) também é estrelado e o chef, Marcel Ravin, criou um menu que mistura a comida mediterrânea com a caribenha. Muito interessante e maravilhoso!

Dia 04

The Princess Grace Irish Library: A biblioteca, fundada em 1984, presta homenagem à Grace Kelly, um verdadeiro símbolo de Mônaco. A atriz e princesa colecionou livros de origem irlandesa (tem alguns super raros, de edições especiais) por conta das raízes de sua família – além dos livros, o lugar, super íntimo, expõe também alguns objetos que eram dela.

La Piazza: Não poderia deixar de indicar um restaurante italiano aqui, né? O La Piazza é uma ótima opção para quem ama frutos do mar e uma boa massa.

Cidade Velha: Mônaco tem um centro histórico, que é o lugar mais turístico do principado. O lugar é muito charmoso, tem uns predinhos antigos e eu fiquei chocada como tudo é muito limpo e bem cuidado, apesar do grande número de turistas! Não deixem de visitar o Palácio dos Príncipes de Mônaco (os Grandes Aposentos estão abertos para visita no período do verão) e a incrível Catedral de Mônaco, construída em estilo bizantino. O casamento histórico de Grace Kelly e Príncipe Rainier foi lá!

Le Grill Monte Carlo: Esse restaurante é imperdível. Fica no topo do Hôtel de Paris (ou seja – de novo, a vista é maravilhosa!) e os pratos são focados na culinária mediterrânea, com ambiente super clean e cool. Não deixem de comer os famosos soufflés de sobremesa – todos são maravilhosos!

Gostaram das dicas? Mônaco é um dos lugares mais incríveis que eu já fui – tudo é tão lindo que às vezes eu nem acreditava que estava lá, sabem? Me senti uma princesa!

Beijos,

Luisa

19 dez 2018
Comente
Compartilhe

Me acompanhe no YouTube!