Slider

Filmes, Cultura

Dica de Filme: A Morte Te Dá Parabéns

Oii gente! Faz tempo que eu não posto dicas de filmes por aqui, né? O último que assisti em casa – a maioria tenho visto no avião, haha! – foi “A Morte Te Dá Parabéns” (Happy Death Day), de um gênero de filme que eu raramente assisto – terror slasher! Pesquisei e descobri que é, na verdade, um subgênero do gênero terror (ou suspense) que geralmente envolve um mistério, ou melhor, um assassino psicopata que persegue e aterroriza as vítimas, matand0-as de forma violenta. Pense no clássico “Pânico”!

Juro que nunca pensei que fosse compartilhar uma dica de filme de terror por aqui, mas eu amei tanto esse filme que não aguentei! Ele não tem a pretensão de ser o melhor filme do mundo, pelo contrário – é aquele terror trash, misturado com comédia – e nem dá tanto medo assim, viu? E olha que eu sou a maior medrosa! Eu resolvi assistir porque tinha lido críticas muito boas e fiquei curiosa com a sinopse.

No campus da Universidade de Bayview, Tree (Jessica Rothe, virei fã dela! Muito carismática), uma típica party girl, acorda de ressaca no dormitório de um cara, Carter (Israel Broussard). Depois, tudo acontece como em um dia normal: uma ativista tenta pegar a assinatura dela para um abaixo-assinado, um alarme de um carro dispara, a colega de quarto a surpreende com um bolo de aniversário (sim, é aniversário dela)… e, claro, ela encontra seu assassino, que usa um moletom e uma máscara. Ele mata ela e tudo começa de novo! Sim, ela acorda de novo no quarto de Carter e vai ter que viver o dia do seu aniversário repetidamente, e morrer várias e várias vezes até conseguir descobrir quem é seu assassino.

 

Sem preconceitos gente, até meus pais que assistiram comigo gostaram, haha! É realmente um filme muito divertido e engraçado, ideal para aqueles dias que não queremos pensar! Assistam e me contem se gostaram.

Beijos,

Luisa

28 mar 2018
Comente
Compartilhe

Filmes, Cultura

Dica de Filme: Lion – Uma Jornada Para Casa

Oi, gente! Antes de ir viajar, consegui assistir quase todos os filmes indicados ao Oscar – e um dos meus preferidos que vi até agora foi Lion, um drama emocionante baseado em uma história real. Como diz o próprio título em português, o filme trata realmente de uma jornada de autoconhecimento em busca da felicidade, de si mesmo, de casa.

Tudo começa quando Saroo (interpretado pelo ator mirim indiano Sunny Pawar, que é a criança mais fofa que eu já vi) se perde de seu irmão mais velho, Guddu, e acaba em um trem que o leva a milhares de quilômetros de distância de sua família. Nas ruas da caótica Calcutá, na Índia, o pequeno Saroo, que não sabe o nome de sua mãe (ele só a chamava de ‘mãe’) e não consegue fazer entender o nome da cidade de onde veio, tenta sobreviver nas ruas e acaba sendo adotado por uma família australiana.

Depois de mostrar toda a trajetória de Saroo até sua adoção, o filme salta alguns anos e mostra o pequeno menininho já crescido, agora interpretado por Dev Patel (ele ganhou uma indicação ao Oscar por ator coadjuvante) e sua vida na Austrália, com seus amorosos pais – a mãe, Sue, é interpretada por Nicole Kidman, que também foi indicada ao Oscar e está em uma de suas melhores atuações dos últimos tempos – e seu irmão Mantosh, também adotado. Mas Saroo não se sente completo e, apenas com lembranças de sua infância e uma bela de uma ajuda da tecnologia, vai atrás do caminho de sua casa e de sua família biológica.

 

O longa também chama atenção de uma triste realidade: Saroo é uma das 80 mil crianças que desaparecem por ano na Índia. É impossível não se comover e não se emocionar com Lion – ah, no final do filme vocês vão descobrir o por quê deste nome…

Beijos,

Luisa

24 mar 2017
Comente
Compartilhe

Filmes, Cultura

Filmes que quero assistir

Oi, gente! Já perceberam que vários filmes bons estreiam só no finalzinho no ano ou no começo do outro? Essa época é estratégica para os estúdios por conta da proximidade da temporada de premiações: Oscar, Globo de Ouro, SAG Awards, entre outros – por isso, fiquem de olho nas estreias dos cinemas dessas próximas semanas, porque vem vários filmes ótimos por aí! Por enquanto, estou louca para assistir esses três:

La La Land: Cantando Estações

 

O diretor Damien Chazelle (do ótimo Whiplash – Em Busca da Perfeição) inovou ao criar um filme de gênero musical, também trazendo elementos da vida real – um risco que, pelo menos de acordo com os críticos, deu muito certo. A história de La La Land se passa, claro, na cidade de Los Angeles, e traz as estrelas Emma Stone e Ryan Gosling (<3) nos papeis principais: ela, Mia, uma atendente de um café aspirante a atriz; ele, Sebastian, pianista de jazz talentoso mas mal sucedido. A história de amor é uma homenagem à “era de ouro” dos musicais Hollywoodianos e já rendeu várias indicações às premiações e um prêmio de Melhor Atriz no Festival de Veneza para a Emma Stone. Não sou a maior fã de musicais, mas li que o filme é tão encantador e diferente dos que estamos vendo por aí que estou com muita vontade de assistir (e confesso, ver o Ryan Gosling cantar também)!

Estreia: 19 de janeiro

Jackie

 

O drama biográfico Jackie traz um retrato íntimo da icônica primeira-dama americana Jacqueline Bouvier Kennedy, interpretada com maestria pela sempre maravilhosa Natalie Portman. O filme a acompanha de luto, nos dias que sucederam o trágico assassinato do então presidente John F. Kennedy, e foi baseado na conversa de Jackie com um jornalista apenas uma semana após o acontecimento, em 22 de novembro de 1963. É realmente incrível ver a semelhança da Natalie com a ex-primeira-dama – segundo os críticos, é aquele tipo de filme sustentado inteiramente pela performance da atriz principal – e o interessante é que, nas filmagens, eles utilizaram várias imagens reais de arquivos em contraste com os closes da protagonista. Será que o segundo Oscar dela vem por aí?

Estreia: 9 de fevereiro

Fences

 

O que dizer de um filme que já me emocionou com o trailer? Fences, adaptação da aclamada peça de teatro do mesmo nome, reúne um elenco de peso: os protagonistas Denzel Washington (que também é o diretor) e a incrível Viola Davis são apenas alguns dos atores que reprisam seus papeis da peça da Broadway. O drama narra a história de uma família de Pittsburgh na década de 50 e é centrada em Troy (Washington), catador de lixo que desconta suas frustrações na família, após ter sido um promissor jogador de baseball que não teve chances de evoluir na carreira por conta da discriminação racial. Os críticos praticamente já deram o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante para a Viola e prevejo muitos outros prêmios por aí!

Estreia: Ainda não definida

Gostaram? Lembrando que o Globo de Ouro será no próximo domingo, mesmo que não vai dar para assistir os filmes até lá 🙁

Beijos,

Luisa

02 jan 2017
Comente
Compartilhe

Filmes, Moda, Cultura

Emma Stone no Venice Film Festival

A linda e talentosa Emma Stone está de passagem no Festival de Cinema de Veneza, um dos mais importantes e respeitados do mundo, promovendo seu novo filme “La La Land”. Adoro as escolhas da Emma no tapete vermelho – acho que ela tem uma super personalidade na hora de se vestir, sem contar que sempre fico curiosa para saber com que cor de cabelo ela vai aparecer, haha! Olhem só os looks que ela usou no evento:

PicMonkey Collage

No photocall do filme, a atriz optou por um look que é a cara dela: vestido Giambattista Valli com estampa floral em 3d que parece até um jardim, né? Para equilibrar o romantismo das flores e babados, o penteado foi simples e moderno – amei a mini trança (fofa!) e a presilha minimalista. Achei que os tons do vestido complementaram muito bem a pele clarinha e o cabelo ruivo, e talvez só trocaria o sapato Jimmy Choo por um mais moderno! O que vocês acharam?

Cópia de PicMonkey Collage

Para a première, Emma chegou chegando com um Versace feito sob medida. Para mim, o vestido é um show a parte e um dos mais interessantes que eu vi no red carpet nos últimos tempos! Nem sei por onde começar: o movimento das franjas, o metalizado, o brilho… se na foto já dá esse efeito, imaginem ao vivo? Tá digno de Oscar Emma, arrasou MUITO!

Também não poderia deixar de comentar sobre o musical La La Land, elogiadíssimo no festival. Escrito e dirigido por Damien Chazelle (“Whiplash”) e ambientado no coração de Los Angeles, conta a história de Sebastian (Ryan Gosling – sim, ele também canta, pessoal), um dedicado pianista de jazz que se apaixona por Mia (Emma Stone), garçonete e aspirante a atriz. Assistam ao trailer e encantem-se com a voz da Emma:

 

Quem aí também está super animado para assistir em dezembro?

Beijos,

Luisa

01 set 2016
Comente
Compartilhe