Slider

Saúde, Bem Estar

Dicas para combater o cansaço no meio do dia!

Sempre fui de acordar cedo, animada e de bom humor (sim, sou daquelas pessoas que irritam de tão felizes de manhã! Haha) – tanto que meu horário preferido para fazer exercícios é pela manhã. Mas lá por umas 15h ou 16h, em pleno horário de trabalho e quando eu mais preciso de energia, me dá um desânimo e muito cansaço. É o chamado “mid-day slump”, em inglês, e acontece com muita gente! Ao invés de tomar uma coca zero (#vício #seiqueéerrado) estou testando outras alternativas mais saudáveis que estão super me ajudando. Vou compartilhar com vocês:

Tomar um suplemento vitamínico na hora do almoço: Não sou médica e por isso não quero e nem posso indicar nada para vocês, mas o cansaço pode estar relacionado à várias coisas que acontecem no nosso corpo, inclusive a carência de certas vitaminas. Existem suplementos multivitamínicos próprios para mulheres que ajudam muito! Mantenha sempre seus exames de sangue em dia, consulte um médico e fale sobre o seu cansaço.

Alimentar-se de forma equilibrada: Jura, Luisa? Sei que é clichê, mas acho que é sempre bom repetir que comer com equilíbrio é a melhor dieta que existe! Sempre fui de comer certinho e desde que me mudei para São Paulo a correria da minha vida se multiplicou por 10. Às vezes percebo no meio da tarde que não almocei, e isso é péssimo! É sempre bom se policiar e não esquecer de levar lanchinhos saudáveis na bolsa.

Sempre tenha água na sua mesa: Sabiam que a desidratação é uma causa muito comum de fadiga e dores de cabeça? Confesso que às vezes esqueço de tomar água, e desde que comecei a trabalhar sempre com uma jarra do meu lado me senti muito melhor.

Substitua a coca zero ou o café pelo chá verde: Às vezes precisamos de um “boost”, né? Esses dias eu estava lendo que a cafeína do chá verde é uma alternativa muito melhor àquela do café (ou coca zero, minha opção nada saudável! Haha) porque ela tem um aminoácido calmante chamado teanina, que estimula o relaxamento em momentos de stress mas sem causar sono. Ou seja, você vai acordar E relaxar ao mesmo tempo!

Durma de sete horas e meia a nove horas por noite: Dormir muito é tão ruim quanto dormir pouco. Às vezes, o cansaço acumulado pode nos fazer dormir em excesso, sim! Por isso, eu falo de novo: é sempre bom ir ao médico, descobrir a causa e tratá-la.

Beijos,

Luisa

15 mar 2019
Comente
Compartilhe

Saúde, Bem Estar

Quentinha, relaxada e sem dores no inverno!

Gente, que frio é esse que está fazendo em São Paulo? Cheguei do verão europeu com o maior bronze e é lógico que ele não será aproveitado… estou encapotada, haha! Além dos cobertores, claro, o que está me ajudando (muito) nesse frio são as pantufas térmicas – sim gente, meu sonho existe! – da Grãos e Aromas, que há 14 anos desenvolve produtos feitos para relaxar, acalmar e aliviar dores.

Tem coisa mais fofa?

É só aquecer as pantufas por 2 minutos no microondas e pronto! Além de deixarem os pés quentinhos, a marca usa em todos os seus produtos ervas e especiarias selecionadas – elas são chamadas de sementes terapêuticas porque potencializam o efeito do calor, massageam e relaxam ainda mais, melhorando as dores. Tem também o cheiro, que é delicioso! Imaginem colocar essa pantufa depois daquela festa que você dançou a noite inteira com um salto gigante?

Ah, lembrando que elas não são próprias para caminhar (devido ao peso e por sujar as solas) – melhor usar elas sentada ou deitada!

A Grãos e Aromas tem produtos para todas as regiões do corpo, dos pés à cabeça, literalmente! Tem as compressas térmicas para a lombar, cervical e joelho, sachê para sinusite, máscara para olhos e até próprias para bebês! Ah, lembrando que eles também podem ser usados frios – é só deixar no freezer durante 2 horas e a sensação é super refrescante, ótima para o verão! Agora só estamos pensando no “modo” quente, né?

A durabilidade do aroma das ervas é de no mínimo 2 anos e o produto pode durar muito mais se usado e armazenado de modo correto, de acordo com as instruções que acompanham cada peça 🙂 Amo o capricho e a qualidade dos produtos da marca, virei fã e vou usar sempre!

Beijos,

Luisa

07 ago 2018
Comente
Compartilhe

Saúde, Bem Estar

Dica de aplicativo para meditação: Headspace

Sempre fui uma pessoa com tendência para a ansiedade e, vamos combinar, quem não é ansioso hoje em dia, né? Existe muita informação e tudo gira muito rápido nesse mundo digital, então tenho mania de querer fazer tudo ao mesmo tempo! Ano passado, comecei a fazer yoga e isso me ajudou muito a “acalmar” – era aquela hora da semana que eu não me estressava com o amanhã nem com o depois. O problema é que minha vida está tão corrida nesse 2018 que não tive tempo de fazer yoga ainda, acreditam?

A solução foi o aplicativo Headspace! Primeiro de tudo, vou dar uma explicada básica no que é meditação – sou zero expert, mas com a yoga eu aprendi que meditação não é “pensar em nada”, e sim estar simplesmente presente. É o tal do mindfulness, termo tão falado hoje em dia, que significa atenção plena, ter consciência de você mesmo e do mundo ao ser redor, estar aqui e agora. Além de relaxar e melhorar os sintomas do stress, a meditação funciona também como um exercício para o cérebro – tipo academia, sabem?

Eu instalei o aplicativo sem esperar muito, mas realmente me surpreendeu! O fundador é o Andy Puddicombe, britânico e guru da meditação que passou dez anos nos Himalaias treinando a prática. Ele sugere (e eu também) que vocês comecem pelo pacote Take 10 – um programa que funciona da seguinte maneira: são 10 minutos por dia, durante 10 dias, aprendendo o básico da meditação. São exercícios super simples como observar carros na estrada, mas que te fazem focar: ou seja, a apreciar o momento.

Depois do Take 10, os pacotes são pagos – não são baratos, então sugiro vocês começarem com o Take 10 mesmo e verem se o negócio vai para frente! Eu estou amando – os gráficos são incríveis, a voz do Andy (sim, é dele mesmo) te acalma na hora e pacotes específicos para stress, medo de voar, paciência, dormir são demais! Tem individuais também para diferentes situações como “com dor”, “entrando em pânico”, “fim do dia”, “frustração”, “conversas tensas”, “provas”, “motivação”… é tipo viciante!

 

Além do lado ruim que a maioria do conteúdo é pago, o aplicativo só funciona em inglês e você tem que ter ao menos o nível básico para entender. Mas eu acho que vale a pena – é muito satisfatória essa coisa de praticar a meditação por 10 dias e ver o seu progresso. Eu era péssima e agora estou mais ou menos, haha! Com aplicativo para te ajudar ou não, acho que a coisa mais importante é tirar uns minutinhos do dia para parar, relaxar e exercitar a mente.

Alguém aí já usou o Headspace?

Beijos,

Luisa

28 maio 2018
Comente
Compartilhe

Comportamento, Bem Estar

6 dicas para quem se sente sobrecarregado!

Todo mundo já se sentiu sobrecarregado e sem inspiração pelo menos uma vez na vida, né? Pode ser no trabalho, na vida escolar, na faculdade, enfim… temos mania de querer fazer tudo ao mesmo tempo e muito rápido (oi, tecnologia!), e quando isso se torna um motivo de stress, é hora de prestar atenção. Eu andei me sentindo assim nos últimos tempos e achei essas dicas para colocar a vida “de volta aos trilhos” super úteis! Espero que ajudem vocês também 🙂

Relembre seu objetivo: pensar constantemente nos seus propósitos e no que te faz buscar seus objetivos é essencial. Às vezes ficamos tão presos em tarefas, listas e coisas para fazer que nos esquecemos do por quê tanta dedicação e esforço! Identificar seus “por quês” vai te ajudar muito…

Comemore seu progresso: ao mesmo tempo que, na maioria das vezes, as tarefas do dia-dia são necessárias para se atingir um objetivo maior, é importante também comemorar o que vem antes. Olhe seu trabalho como um todo e comemore as todas as conquistas do seu caminho – isso vai te ajudar a te motivar e a fazer pausas (sem culpa!) quando precisar!

Aprenda a dizer não: já falei muitas vezes que tenho um sério problema em dizer não. Quantas vezes assumimos mais responsabilidades que somos capazes de aguentar? O dia tem 24 horas, não 45! Dizer que uma determinada coisa exige 110% de você e que você não tem condições de dar isso no momento não é de se envergonhar… aprender a pensar em você em primeiro lugar é um exercício diário para mim, e muito necessário!

Não foque na perfeição: sabemos que a perfeição é subjetiva e que é impossível ter milhões de coisas para fazer E fazer tudo de forma perfeita. Isso não significa que você tem que aceitar fazer coisas pelas quais não se orgulha, mas sim fazer bem feito ao invés de perfeito!

Desenvolva hábitos saudáveis: uma agenda cheia é, muitas vezes, uma desculpa para colocar de lado suas horas de sono, a academia e uma alimentação saudável, mas essas três coisas são essenciais para prevenir e combater o stress de um dia-dia sobrecarregado. Comer melhor, fazer exercícios e ter uma boa noite de sono afeta diretamente como você se sente – uma dose de endorfina é sempre bem-vinda!

Procure a ajuda de outras pessoas: Ano passado finalmente percebi que não estava dando conta de fazer tudo sozinha e contratei uma assistente, que também é minha amiga de anos, que tem me ajudado muito! Ser capaz de admitir que você não pode fazer alguma coisa sozinha e buscar o apoio de outras pessoas na hora crítica – de qualquer forma, inclusive emocional – é muito importante.

Beijos,

Luisa

10 mar 2017
Comente
Compartilhe
1 2 3 7